sábado, 6 de agosto de 2011

Ricardo Teixeira e Andrés Sanchez: As Escórias do Futebol Brasileiro

Que o futebol brasileiro é historicamente comandado por bandidos não é novidade para ninguém.

O fato novo (mas nem tão novo assim) é a dose cada vez maior de poder e prestigio dos quais gozam a dupla que repesenta hoje a maior escória do futebol brasileiro: Ricardo Teixeira, o presidente e dono da CBF, e Andrés Sanchez, o mafioso presidente do Corinthians.

Sugiro abaixo dois links para textos de leitura fundamental:

O Editorial desta semana do Brasil de Fato sobre Ricardo Teixeira - Máfia do Futebol

e a reportagem da Revista Istoé sobre Andrés Sanchez e suas promíscuas relações políticas e econômicas - O Polêmico Homem-Chave da Copa (o link é para o blog do Kfouri, porque linkar direto para a Istoé seria demais...)

Voltarei a tocar nesse assunto mais vezes por aqui.


2 comentários:

  1. Esse Andrés Sanchez é tão ambicioso e "esperto" quanto Ricardo Teixeira. Se (!) Ricardo Teixeira deixar mesmo a CBF depois da Copa do Mundo no Brasil, o nome do atual presidente do Corinthians já desponta como um dos favoritos - por parte do Teixeira, acredito.

    A Copa do Mundo no Brasil é uma insanidade: bilhões de reais jorrando para a construção e reformas de estádios, os prometidos e tão falados investimentos em infra-estrutura continuam no papel e bonitas maquetes geradas em computação gráfica - enquanto isso tem professor ganhando menos de 1 salário mínimo na carga horária de 30h por semana.

    Posso ser muito simplista, mas eu acho vergonhoso.

    abs

    ResponderExcluir
  2. Concordo totalmente com você, Jaime!

    São mais de 50 bilhões que irão pro bolso de empreiteras e desse povo. Se ainda fossem obras de uso público...

    Claro que pilantras não são apenas estes dois. encontramos desse tipo em quase todo clube hoje em nosso país. Mas eles são o grande exemplo da bandidagem dentro do futebol brasileiro e mundial hoje.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails