terça-feira, 29 de junho de 2010

Em defesa do Código Florestal Brasileiro


Deputados Ruralistas, capitaneados pelo não menos ruralista Aldo Rebelo (PCdoB/SP) estão a todo vapor na tentativa de destruir nosso código florestal, reduzindo drasticamente as áreas de preservação e anistiando crimes ambientais.

Destaco o fato do nobre deputado negar pertencer à distinta bancada. Mas como pode ser visto neste sítio e neste, encontramos entre os seus principais doadores de campanha, volumosos oriundos do Conselho de Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) e da Votorantim Celulose e Papel S/A, entre outras. Vergonhoso para um deputado e para um partido que se dizem comunistas.

Ainda que mais entusiasta das mobilizações concretas e visuais, reforço o coro dos que lutam pelo nosso Código Florestal e lançaram na internet uma petição em defesa de nossa natureza.


E olho neles!!

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Novidades no Propalando

Enfim, estou trazendo as novidades.

Primeiro o design. Estou sem tempo de me debruçar sobre isso, mas vou fazendo as modificações de acordo com o caminhar. Mas já segue neste novo estilo

E, em segundo lugar, o endereço. Agora o Propalando pode ser acessado pelo http://www.propalando.blog.br

Até mais!

sábado, 26 de junho de 2010

A Copa do Mundo está vendida


Jabulaaaaani

A postagem teve este título, mas poderia ter sido também "Porque não torço para a Seleção Brasileira". E é a reação de muitas pessoas que me motivou a escrevê-lo. É impressionante como alguns, se pudessem, me colocariam num paredão por não torcer pela seleção brasileira da CBF. É como eu se fosse um grande criminoso que entregou um grande segredo de Estado a outra nação em plena guerra!

Para facilitar o raciocínio, vou por (nova ortografia, nova ortografia...) em tópicos:

1) Não suporto o suposto nacionalismo que aflora em muitos neste período. A despeito de ser internacionalista, acho interessante um certo sentimento "de nação" que rola nos países latino-americanos. Tal sentimento historicamente foi abraçado por setores progressistas da sociedade e acho que ajuda muito num processo de fortalecimento da identidade. Certo que também foi e é utilizado pela direita. De toda forma é um sentimento que cumpre um papel importante em nossa região.
Mas tô cansado de ver gente que é doido pra sair daqui, não gosta nem um pouco de morar no Brasil, mas em época de Copa do Mundo veste camisa, carrega bandeira, toca vuvuzela e beija o escudo, dizendo "É BRASIIIIL, CARAAAALHOO".

2) É preciso esclarecer: esta seleção não é do Brasil. ela é da CBF, de Ricardo Texeira, de Fernando Sarney, da Globo, da Nike, do Guaraná Antartica, da Volkswagen, enfim, menos dos brasileiros! Mais do que já se provou sobre toda a bandidagem que rola é dificil. CBF e seus patrocinadores fazem o que querem com a seleção. A própria convocação mostra isso. E vai além de "opiniões técnicas'. Por exemplo: A Volkswagen é dona de um clube chamado Wolfsburg. Tal clube teve dois jogadores convocados: Josué e Grafite. Duas das convocações mais polêmicas. Mas espere um pouco... A Volsk é uma das patrocinadores master da CBF. Cada um agora que tire as suas conclusões.

Ainda nessa linha, quando não há uma pressão popular muito grande por determinado treinador, como ocorreu com Felipão e Wanderley Luxemburgo, eles escolhem treinadores medíocres para poder manter o domínio completo. Grandes exemplos são o fraco Carlos Alberto Parreira e o nunca-antes-treinador-mas-de-repente-principal-treinador-do-país Dunga. Aliás, Dunga daria uma boa postagem à parte. Na recente polêmica Rede Globo x Dunga, só sei que não há bonzinho nesta história. A Globo fala por si própria e o fascista do Dunga quer é aparecer, até porque deve ter ciência que ganhando ou perdendo a Copa estará fora.

3) Futebol hoje é um enorme negócio. Tod@s já sabemos. O difícil é não imaginar que há grande manipulação. Dois grandes exemplos para mim são a Copa do Mundo de 98 e o Campeonato Brasileiro de 2009. Sobre a Copa temos toda aquela confusa e estranha história envolvendo Ronaldo. Sobre aquela final, Roberto Carlos chegou a afirmar em algum momento que 'um dia descubririam o que de fato aconteceu naquela Copa".

Tenho para mim que não seria interessante para ninguém que o Brasil vencesse esta Copa e vencesse novamente aqui no país em 2014. Isso seria péssimo para o negócio futebol. Quem sabe até mesmo esta gigantesca máquina perdesse força no cenário mundial.

Acredito, e agora já entro mais no campo da especulação, que esta copa é da Adidas. Espero que a campeã seja a Argentina, por ter de fato a melhor seleção hoje.

4) E encerrando, por ora, como nordestino e torcedor do Sport Club do Recife, não dá para simplesmentes ignorar o quão fomos garfados na história do nosso futebol pelos esquemas armados e executados pelos grandes cartolas de nosso futebol. Simplesmente não dá.


Che e Maradona

Para finalizar, afirmo que não sou tão pessimista com o futebol como pareceu. Na realidade, o futebol não tem por natureza ser alienante. Ele é sim utilizado hoje pela hegemonia com esta finalidade. Mas não é intrínseco do esporte em si.

Na época que estava mais indignado com futebol busquei autores progressistas que trabalhassem o tema e lembrei que o Eduardo Galeano tinha um livro sobre o tema: "O Futebol ao Sol e à Sombra". Após esta leitura, e outras isoladas, encontrei excelentes referências para algo que vinha tentando elaborar. Algo sobre o potencial mobilizador do futebol e o quão as lutas sociais podem ganhar força pelas torcidas, pela concentração de massas, enfim... na realidade vou deixar para uma outra postagem este tema específico e os exemplos que temos na história sobre este papel.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Destruição pela chuva em Pernambuco


Tava bolando umas postagens e algumas novidades aqui pro Propalando. Mas estou sem muito clima. As chuvas da última semana aqui em Pernambuco trouxeram muito destruição e sofrimento para muita gente. São milhares de desabrigados. Estatísticas oficiais dão conta de pouco menos de duas dezenas de mortos. Desconfio. Penso em mais dezenas.

Cidades como Vitória de Santo Antão, Cortês, Palmares e Barreiros foram em grande parte destruidas. Fosse no sul ou nos EUA talvez trouxesse mais consternação. Mas enfim...

Impressiona-me o quão tais fenômenos pegam as autoridades "desprevenidas". Passou-se o tempo em que bastava por a culpa no clima. Hoje o homem tem plenas condições de, ao menos, minimizar as ações intempestivas da natureza. Principalmente em casos como este. O que falta é vontade política. Fato.

Está cada vez mais clara, para mim, a necessidade de fortalecermos a luta por um projeto popular para o nosso país. Enquanto as terras permanecerem de poucos, enquanto a comunicação for exercida por poucos, enquanto a verba para saúde e educação estiver na mão de poucos, nada conquistaremos. O desafio é gigantesco. Os adversários nem são muitos, mas são poderosos. É preciso ter paciência histórica e seguir na luta

segunda-feira, 14 de junho de 2010

CQC e A Política Nacional

Sinceramente eu acho que o pessoal do CQC presta um bom serviço ao escancarar a farsa que representa alguns de nossos poderes e, em especial, o legislativo. Acho mesmo. Chega a ser absurdo o quão desinformados e ignorantes são grande parte dos deputados que lá estão na câmara federal.

Chega a ser ridículo.

Mas não dá para ignorar que temos alguns (muito poucos) parlamentares muito sérios e comprometidos. Acho até que por isso nunca aparecem. Três grandes exemplos para mim são o Paulo Rubem Santiago (PDT-PE), o Chico Alencar (PSOL-RJ) e o Ivan Valente (PSOL-SP).

O fato é que temo o fortalecimento do pensamento "Ahh, ninguém presta e política não serve para nada". Os poderes estão podres? Muito. Todos! Mas é preciso não culpabilizar a política como um todo. É preciso estar claro que, querendo ou não, somos seres políticos e fazemos política o tempo todo. Mesmo quem opta por não viver a militância diariamente.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

A Grande Mídia e a Imbecilização

Estou aqui prestes a estudar, dando uma olhada em alguns portais de notícias, quando, mais uma vez, não deixo de me surpreender com algo até redundante: a péssima qualidade da nossa
grande imprensa. E quando rola de ter algo interessante, nós, o povo, já estamos tão imbecilizados por esta mídia sócia do poder, como dizia o saudoso Fausto Wolff, que só nos prendemos ao que há de pior.

Como exemplo, peguei três dos maiores sítios de notícias do nosso país e que, de alguma forma, destacam as "notícias" mais lidas. Ei-los, com exemplos das mais acessadas:

Terra -
"Feira na Alemanha tem avião que bate 800 km/h"
"Sandra Bullock beija Scarlett Johansson na boca"

G1 -
"Raposa invade casa em Londres e ataca gêmeas em berço"
"Procurado por assassinato, ator pornô morre ao cair de penhasco"

R7 -
"Quiz: Você exagera na pornografia?"
"Zeca Camargo boceja ao vivo no Fantástico"

É mole ou quer mais?? Por motivos óbvios não vou por os links aqui para nao dar audiência.

Acredito muito na mídia dita alternativa por alguns. Mas não adianta apostar só nisso. São precisas ações governamentais que vão de encontro a grande mídia no que mais lhe dói: verba de propaganda. Infelizmente o governo Lula se tornou sócia desta mídia. Mas a luta segue e faz-se necessário fortalecer a luta por uma verdadeira democratização da comunicação que caminhe num rumo de um projeto popular para o nosso país.

Ah. E como exemplo de algo de qualidade presente na grande mídia, recomendo o Terra Magazine organizado pelo Bob Fernandes