domingo, 7 de fevereiro de 2010

Rafael Barrett por Eduardo Galeano


Há alguns meses publiquei aqui no Propalando um texto acerca do livro "Soledad no Recife" de Urariano Mota. (veja aqui)

Pois bem. Lendo o livro "O Século do Vento", volume 3 da série Memória do Fogo de Eduardo Galeano me deparo com dois pequenos textos sobre Rafael Barrett, avô da militante Soledad Barrett, personagem do livro de Urariano.

Eis os escritos:

Barrett

Pode ser que ele tenha vivido no Paraguai antes, séculos ou milênios antes, quem sabe quando, e tinha esquecido. O certo é que há quatro anos, quando por acaso ou curiosidade Rafael Barrett desembarcou neste país, sentiu que tinha chegado a um lugar que o estava esperando, porque este infeliz lugar era seu lugar no mundo.

Desde então discursa para o povo nas esquinas, trepado num caixote, e nos jornais e folhetos publica furiosas revelações e denúncias. Barrett se mete nesta realidade, delira com ela e nela se queima.

O Governo o expulsa. As baionetas empurram para a fronteira o jovem anarquista, deportado por ser agitador estrangeiro.

O mais paraguaio dos paraguiaos, a raiz mais plantada neste terra, a saliva mais saliva desta boca, nasceu nas Astúrias, de mãe espanhola e pai ingles, e educou-se em Paris.

As plantações de Mate

Um dos pecados que Barrett cometeu, imperdoável violação de tabu, é a denuncia da escravidão nas plantações de erva-mate.

Quando, há quarenta anos, acabou a guerra de extermínio contra o Paraguai, os países vencedores legalizaram, em nome da civilização e da liberdade, a escravidão dos sobreviventes e dos filhos dos sobreviventes. Desde então os latifundiários argentinos e brasileiros contam por cabeças, como se fossem vacas, seus peões paraguaios.

2 comentários:

  1. Você fez uma relação entre acontecimentos aparentemente dispersos, mas que têm uma relação íntima.
    Poucas pessoas relacionam um livro com outro, um fato,um trecho com outra personagem.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. galeano rulix....galeano acha massa futebol hein ari...e critica os peleguinhos da esquerda que vem com o papinho do futebol-industria.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails