sábado, 18 de dezembro de 2010

Promoção de Fim de Ano | BRASIL de FATO



Assinando o jornal Brasil de Fato por 1 ano, você ganha 1 livro da editora Expressão Popular no valor de até R$ 30,00.
Você deve escolher o livro no site: www.expressaopopular.com.br e depois indicá-lo no preenchimento do formulário de assinatura (clique aqui).

Assine o Feed do Propalando para nos acompanhar.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Luiz Gonzaga também cantou brega


Luiz Gonzaga, o rei do baião, além de ritmos já conhecidos como forró e xaxado, também compôs e cantou uma seresta. Chama-se A Carta. Infelizmente, ainda não descobri em que álbum, nem em que ano a música foi composta. Mas segue abaixo o player para apreciação de tod@s!

Fica esta singela homenagem ao grande Luiz, que faria 98 anos, se vivo, na última segunda-feira, dia 13/12

<

 Assine o Feed do Propalando para nos acompanhar.

Maluf e Garotinho: limpos e cheirosos


Ontem foi um dia corrido. Na residência e nas notícias. Poderia abordar várias questões neste espaço agora. Mas uma me faz ir dormir mais tenso. O TSE não contente em limpar a ficha de Maluf logo no início do dia, também limpou a ficha de Anthony Garotinho.


Vou dormir. Boa sorte para tod@s nós.

 Assine o Feed do Propalando para nos acompanhar.

sábado, 11 de dezembro de 2010

O Consumo de Produtos na Saúde

Complexo Médico-Industrial
Acabo de ler a manchete "De cada 6 homens, um terá câncer de próstata, diz médico" em um grande portal na internet. Quer um desserviço maior para a população que notícias deste porte? Não há justificativa. Supostas notas jornalísticas como estas só podem estar a serviço dos laboratórios e das indústrias ligadas ao complexo médico-industrial.

Na realidade, chamou-me a atenção, mas logo percebi que não passa da ponta do iceberg. O que vejo diariamente na Unidade de Saúde da Família em que trabalho, aqui em Petrolina, é que as idéias e ideais da medicina liberal-privatista continuam com muita força no imaginário social da população sobre o que são saúde e doença.

São muito comuns as frustrações de alguns usuários, ao término de uma consulta ou visita, ao perceberem que não foi prescrita nenhuma medicação ou não foi solicitado nenhum exame. Mas quero deixar claro que não estou a por a culpa nestes usuários. Este quadro é apenas o resultado de uma ação há décadas bem orquestrada pelas indústrias farmacêuticas, laboratórios, hospitais, planos de saúde, governos compromissados com o capital, enfim, em torno de um projeto de saúde liberal e privatista. 

Às vezes bate o desânimo, mas a realidade deve ser impulsionadora do nosso impeto por uma outra sociedade. Apesar das contradições que temos, inclusive dentro da classe trabalhadora, constatar cotidianamente o quão sofrido e carente é nosso povo, deve nos servir de motivação para lutar cada vez mais. Trabalho aliado à militância. É assim que tenho procurado agir e construir coletivamente dentro da prática em saúde.

Esta postagem foi mais um desabafo. Há propostas em ação e, em breve, a perspectiva é de algumas elaborações mais consistentes nesta área.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Ataques a Visa e a Mastercard agora!

Neste momento há um conjunto de hackers e usuários comuns da internet mundial promovendo uma série de ataques aos sítios das empresas de cartão de crédito Visa e Mastercard, o que tem acarretado em quedas constantes de tais páginas.

Motivo? Tais empresas quebraram, sem a menor justificativa, o vínculo pelo qual o jornalista Julian Assanger recebia doações para construção e manutenção do Wikileaks. Não tem idéia do que vem a ser o Wikileaks? Para informações em português, leia aqui. O sítio, apesar de retirado de servidores norte-americanos por ordem dos EUA, foi salvo por muitos outros usuarios espalhados pelo mundo e pode ser encontrado em diversos endereços: este http://213.251.145.96/ é um deles.

o Wikileaks tem sido alvo, principalmente por parte do governo dos EUA, por expor algumas das comunicações realizadas pelos EUA e por diplomatas nos mais diversos países. E esta exposição tem escancarado como este país ainda considera o resto do mundo como seu quintal.

Entre outras informações vazadas aparecem informes sobre como o nosso ministro da Defesa, o Jobim, serviu como informante do governo estadunidense, ou sobre todo o esquema montado por Hillary Clinton para espionar autoridades da ONU

O caso também está conhecido como Cablegate.

São tantas as informações que muitas sequer são conhecidas ainda. A Carta Capital acaba de lançar um blog que se propõe a continuar trazendo informações quentinhas e em português sobre este mundo de informação contido no wikileaks. O endereço é: http://cartacapitalwikileaks.wordpress.com/

Ah! E parece que não vai parar por aí. Há indícios de que o Twitter também esteja vetando hashtags como #wikileaks nos TT's como forma de abafar o tema. Então, não estranhem se este sítio também sair do ar nas próximas horas.

Começo a achar que as ações na rede mundial de computadores, apesar de não substituírem as verdadeiras movimentações de massa, podem também cumprir papel importante na luta anti-imperialista


segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

A Camisinha, a Hóstia e a Igreja Católica


O tema envolvendo a Igreja Católica e as camisinhas ja passou por aqui em outros momentos, como nesta charge do Rafael Sica (http://www.propalando.blog.br/2007/05/o-papa-e-camisinha.html). Não é assunto novo, como também não há novidade nenhuma na elevada carga de hipocrisia que este debate consegue acumular, principalmente na voz dos setores mais reacionários da sociedade.

O fato é que voltou à tona nas últimas semanas, quando o Papa afirmou, em livro recém-lançado, que o uso da camisinha é aceitável em alguns casos, para reduzir o risco de contágio pelo HIV.

Sem querer entrar muito no mérito da questão, o que poderia representar um passo à frente, não passa de mais do mesmo. E explico: ele cita o exemplo de uma prostituta, que ao usar preservativo, estaria dando o "primeiro passo para a moralização". O mesmo nazista, digo, o mesmo Papa já havia anunciado na África, em março de 2009, que a distribuição de camisinha só agravava o problema da AIDS. 

Muita besteira junta, né?

Mas o que motivou mesmo a postagem, foi a campanha lançada pelo governo espanhol, chamada "Bendita camisinha que tira a AIDS do mundo". Nela, é feita uma relação entre a hóstia e a camisinha. Uma das peças publicitárias é a imagem que estampa o início desta postagem. 

Como era de se esperar, diversas associações religiosas consideraram a campanha uma afronta aos cristãos e uma "blasfema". 

Ponto para o governo espanhol. Não que eu ache que a solução das doenças do mundo esteja em campanhas publicitárias. Longe disso. Mas acredito fortemente que estes setores mais conservadores da igreja precisam ser confrontados. E qualificadamente, como nesta campanha.

domingo, 21 de novembro de 2010

Perspectivas para o governo Dilma

Tropa de Elite do PMDB
Queria compartilhar algumas análises por aqui faz alguns dias. Mas estou sem casa ainda e com acesso precário a internet, então já viu...

Mas vamos lá. Os 3 primeiros pontos são um pequeno balanço das eleições. Depois entro nas questões do futuro governo Dilma.

1 - Antes de tudo, é preciso comemorar o que foi uma vitória: a derrota de Serra. Para mim, esta foi a grande conquista desta eleição. Pedir voto nulo era apostar no "quanto pior, melhor". Irresponsabilidade. Se num primeiro turno vota-se a favor de uma candidatura, no segundo, o voto é contra alguém.

2 - Por mais que o político Serra não seja dos mais conservadores dentro da direita brasileira, sua candidatura conseguiu ser pior que a do picolé de chuchu Geraldo Alckmin. Sua campanha conseguiu aglutinar o que há de mais atrasado para um debate eleitoral. Até "reavivar" a TFP (Tradição, Família e Propriedade) o Zé conseguiu. A onda de preconceito e ignorância foi sem precedentes. Tais acontecimento põem em cheque, ao meu ver, os argumentos dos que defendem que estamos evoluindo para uma democracia mais consistente e consolidada.

3 - Infelizmente, a esquerda que se propôs a disputar a eleição teve um péssimo desempenho. Plínio cumpriu um importante papel no inicio do processo eleitoral, quando trouxe à tona alguns temas importantes como a questão do Plebiscito pelo Limite da Propriedade de Terra que ocorreu de 1º a 7 de setembro. Mas logo se perdeu. A Marina Silva, com o perdão de alguns companheiros e companheiras que a apoiaram, não representou absolutamente nada da esquerda neste processo. Não trouxe acumulo politico, muito menos ajudou na formação da consciência de classe. E quanto ao PSTU? Zé Maria teve menos votos que Eymael. Sei que o foco não deve estar nos votos obtidos, mas eles são importantes para analisarmos a relevância dos debates realizados para o povo brasileiro.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

PETROBRAX? Uma invenção do PSDB

Serra é mentiroso! Disse que a proposta de trocar o nome da Petrobras por Petrobrax foi obra do setor de marketing e que teria sido logo recusada.

Segue abaixo a prova do contrário.

Dia 31, derrotaremos o PSDB/DEM nas urnas! Xô tucanos!


 Assine o Feed do Propalando para nos acompanhar.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Bola de Papel no Serra

Achei que já tinha acontecido de tudo nesta eleição. Mas Serra dar uma de Rojas superou as minhas expectativas. (Como assim não conhece a história de Roberto Rojas?)

Pois bem... isso tudo foi uma mistura de "achar que é mais inteligente com os outros" + "assessoria incompetente".

O resultado é que Serra virou motivo de piada na internet e em rodas de conversa com amig@s por aqui. E se você é um dos poucos que só viu a versão da Globo, acompanhe no vídeo abaixo, feito pelo SBT, o exato momento em que o Zé é atingido por uma super bola de papel.


E se você não viu reportagem nenhum, sugiro que veja o vídeo abaixo. Nele, fica bem expressa a forma tendenciosa como o vídeo foi construído pela Rede Globo de Televisão


A melhor parte de tudo ainda são as piadas que estão pipocando no mundo virtual e no Twitter. Se você não quer perder nenhum lance, clique em Bola de Papel Facts

E aproveito a postagem para repudiar o papel tosco desempenhado pelo tal médico Jacob Kligerman
que atendeu o Zé. Tonturas? Náuseas? PASSAR UMA TOMOGRAFIA??? PORRA JACOB!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

É preciso derrotar Serra


Segue editoral do Brasil de Fato:

A candidatura do demotucano José Serra surpreendeu não por sua identificação com as políticas neoliberais, e sim pelo baixo nível de sua campanha

13/10/2010


Editorial ed. 398

No início do processo eleitoral deste ano, um conjunto de forças populares e movimentos sociais decidiram empenhar esforços para eleger o maior número possível de parlamentares e governadores identificados com as bandeiras da classe trabalhadora. E, nesse cenário, sobre o pleito presidencial, a unidade se deu em torno da luta para evitar um retrocesso ao país. Ou seja, não permitir a vitória da proposta neoliberal, representada na candidatura do tucano José Serra. Assim, passado o primeiro turno, realizado no dia 3 de outubro, é importante fazer uma avaliação do que significou esse processo. Até porque a expectativa era de vitória da candidata Dilma Rousseff no primeiro turno.

Importantes avanços

São boas as renovações que ocorreram nas assembleias estaduais, na Câmara dos Deputados, no Senado Federal, na eleição e reeleição de governadores progressistas. Nesse sentido, destacamos a vitória do povo gaúcho, que derrotou o mandato tucano de Yeda Crusius. Candidata à reeleição ao governo do Rio Grande do Sul, Yeda se notabilizou no controle da mídia, na criminalização dos movimentos sociais e na repressão à luta dos trabalhadores.



segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Velha Direita é cara de pau!

É este um dos termos mais apropriados para este pessoal.

   Vivem levantando a voz para denunciar supostas tentativas, por parte do Governo Lula, de acabar com a liberdade de expressão. Puro confete para sua torcida.

   A verdade é que o Governo Lula pouco fez para ao menos amenizar os crimes cometidos pela grande imprensa brasileira ao povo brasileiro. Continuaram fazendo o que bem entenderam. E ainda recebendo vultuosas verbas de propaganda do governo federal.

   Recentemente ocorreu a demissão da Maria Rita Kehl do Estadão porque ousou destilar um pouco de liberdade e de independência em suas páginas. (para ler o artigo: Dois pesos…)

   O mais interessante desta história é que não vi um pio sequer dos supostos arautos da liberdade de expressão em nosso país. Cadê Marcelo Tas? Cadê Arnaldo Jabor? Cadê Marcelo Madureira? Silêncio sepulcral! Hipocrisia é bóia, como se fala aqui em Recife.

   Liberdade de expressão não significa fazer o que quiser por deter os meios de comunicação e mentir à vontade.

sábado, 9 de outubro de 2010

No 2º turno, o voto é contra Serra!


Segue abaixo a carta do MAB – Movimento dos Atingidos por Barragens – com sua posição para este 2º turno da disputa pela presidência.

Precisamos estar cientes de nossa responsabilidade. A Dilma não é a candidata dos nossos sonhos, mas o Serra, sem dúvida, está em nossos piores pesadelos. Não ao atraso tucano. Não ao PSDB!

Eis a carta:

Em defesa dos interesses do Povo Brasileiro, vamos eleger Dilma Roussef presidenta do Brasil

Frente ao processo eleitoral e a disputa pela presidência da republica neste 071010_eleicoes2010segundo turno, manifestamos nossa posição política:

Desde o primeiro turno, nossa posição e nosso envolvimento orientaram-se para derrotar os setores que se configuravam como inimigos da classe trabalhadora, pois, não admitimos recuar em avanços que o povo brasileiro obteve nos últimos anos.

A candidatura Serra representa o projeto e todo o conjunto de políticas do governo Fernando Henrique Cardoso (FHC), que causou grande estrago aos trabalhadores a ao povo brasileiro. Por trás de seu projeto neoliberal está o interesse de retomar as privatizações; entregar o patrimônio público e as riquezas naturais às grandes corporações internacionais; promover uma ofensiva sobre os direitos trabalhistas e legitimar o processo de criminalização sobre os mais pobres e os setores organizados da sociedade.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Boatos religiosos contra Dilma

Dilma Rousseff
Não ao atraso. Xô Tucanos!
Se não deixei claro antes, reforço agora: meu voto no 2º turno é na Dilma! É como li em algum lugar: Dilma está longe de ser a presidente dos meus sonhos, mas Serra, com certeza, está nos meus piores pesadelos.

Mas a motivação para esta postagem vem do seguinte ponto: vejo muitos petistas entusiasmados em formar verdadeiras frentes virtuais anti-boatarias, como as que infestaram a última semana de campanha e tiraram milhões de votos da candidata petista.

E quem não tiver esta análise, peço que pense com carinho ou me sugira um outro motivo. Mas não vejo como ser diferente. Por muito tempo o PSDB-DEM-Imprensa burguesa apostaram na tática de bater na Dilma pela questão da Erenice e bla-bla-bla. Nesta fase não conseguiram tirar um voto sequer da Roussef. Mas bastou atentarem para a necessidade de apelar para temas como aborto, homossexualismo para a campanha de Serra ganhar uma cara.

Pois a reflexão que trago, enfim, é a seguinte: não foram os boatos na internet que tiraram votos da Dilma não. Sou um entusiasta das possibilidades infinitas que internet traz, mas o alcance ainda é limitado. O que tirou mesmo votos da Dilma, acredito eu, foram os ataques orquestrados de parte das igrejas evangelicas e do setor mais conservador da igreja católica. Ouvi este relato de camaradas em outras cidades e presenciei isso muito fortemente aqui em Petrolina.  


quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Latuff e o Equador

Caricatura do mestre Carlos Latuff sobre a tentativa de golpe contra o povo equatoriano

 Assine o Feed do Propalando para nos acompanhar.

Manifesto da Via Campesina sobre Equador



No marco da realização de nosso V Congresso no Equador, como Coordenação Latino Americana de Organizações do Campo, CLOC – Via Campesina, fazemos eco das milhões de vozes de camponesas e camponeses de todas as regiões do Continente em rejeição aos últimos eventos suscitados na nossa nação irmã, o Equador. Expressamos nossa solidariedade e reafirmamos nosso compromisso com a luta constante pela defesa da democracia no Equador, que nesta quinta-feira, 30 de setembro, se viu afetada pelas Forças Armadas, a Embaixada dos Estados Unidos e outros setores de direita, que priorizam seus interesses mesquinhos frente às necessidades reais do povo.

Como CLOC- Via Campesina, condenamos frontalmente esta tentativa de Golpe de Estado, desconhecendo qualquer ação que atente à democracia, por isso exigimos a restituição da ordem constitucional. Achamos, firmemente, que os eventos no Equador são ações desesperadas da oligarquia, representada pela direita, com o único objetivo de preservar os interesses do capital, que ao longo da história prejudicaram a classe camponesa.

Ante este abominável feito, a CLOC –VC faz eco às seguintes demandas:

1. Que se restabeleça a ordem constitucional, sem derramamento de sangue a favor da democracia.
2. Que não se reprima a população equatoriana que exige o retorno à democracia.

Acontecimentos no Equador via Twitter

O Twitter tem se colocado como importante instrumento de propagação de notícias e acontecimentos pelo mundo. Não tem sido diferente com os acontecimentos no Equador.

Disponibilizo abaixo, e vou atualizando, uma lista com contas do Twitter que trazem boas informações e análises sobre o Equador. Precisamos continuar atentos. E, como já falei, governos e organizações progressistas precisam agir!

http://twitter.com/sdpnoticias
http://twitter.com/CNNEE
http://twitter.com/correoorinoco
http://twitter.com/Presidencia_Ec (Twitter oficial da presidência equatoriana)
http://twitter.com/susanamorg

Acompanhe as postagens do Propalando sobre o Equador através deste link: Internacional

Repulsa ao Sexo: Debate sobre Aborto


Normalmente não gosto de simplesmente republicar textos de outros, mas procuro abrir exceções para grandes textos. E estes é um deles. Trata-se de uma discussão proposta pela Maria Rita Kehl sobre o aborto. Alíás, estou com um livro seu na agulha para leitura - O Tempo e o Cão. A Atualidade das depressões. 

Segue o texto:

por Maria Rita Kehl

Entre os três candidatos à Presidência mais bem colocados nas pesquisas, não sabemos a verdadeira posição de Dilma e de Serra. Declaram-se contrários para não mexer num vespeiro que pode lhes custar votos. Marina, evangélica, talvez diga a verdade. Sua posição é tão conservadora nesse aspecto quanto em relação às pesquisas com transgênicos ou células-tronco.

Mas o debate sobre a descriminalização do aborto não pode ser pautado pela corrida eleitoral.

Algumas considerações desinteressadas são necessárias, ainda que dolorosas. A começar pelo óbvio: não se trata de ser a favor do aborto. Ninguém é. O aborto é sempre a última saída para uma gravidez indesejada. Não é política de controle de natalidade. Não é curtição de adolescentes irresponsáveis, embora algumas vezes possa resultar disso. É uma escolha dramática para a mulher que engravida e se vê sem condições, psíquicas ou materiais, de assumir a maternidade. Se nenhuma mulher passa impune por uma decisão dessas, a culpa e a dor que ela sente com certeza são agravadas pela criminalização do procedimento.

Em defesa do Equador. Não ao golpe!


As informações que chegam ainda são um tanto desencontradas. Parece-me que está caracterizada de fato a tentativa de golpe de estado. Superiores das Força Armadas dizem que não, que defendem a democracia. 

O que chega de concreto é que o Presidente Rafael Correa estaria retido em um hospital de Quito. O povo que tenta se aproximar, em defesa de Correa, tem sido agredido pela polícia. Há notícias também de aeroportos e estradas fechadas.

O ex-presidente Gutierrez chegou a defender, há pouco, a dissolução do congresso e a antecipação das eleições presidenciais para "evitar o derramamento de sangue". Não há outro nome. Golpe da Direita!

Não bastam as palavras. Governos e organizações do campo progressista precisam agir em defesa do povo e da democracia equatoriana.

Neste momento devemos ficar atentos a todos os acontecimentos.
A melhor fonte de notícias é a TeleSur:http://www.telesurtv.net/noticias/canal/senalenvivo.php
Outra boa fonte é o Brasil de Fato:http://www.brasildefato.com.br/

Acompanhe as postagens do Propalando sobre o Equador através deste link: Internacional

Golpe militar no Equador??

Honduras novamente?

Chegam-nos algumas informacoes acerca de um possivel golpe militar no Equador! Sao informes desencontrados ainda, mas precisamos estar bem atentos nesta questão agora!


Acompanhe as postagens do Propalando sobre o Equador através deste link: Internacional

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Agronegocio X Agricultura Familiar

Horta onde faço compras em Petrolina

Tema importante para tod@s @s militantes que trabalham juntos aos movimentos sociais, a questão do agronegócio e da agricultura familiar tornou-se mais interessante a mim desde que vim viver em Petrolina, no sertão pernambucano.

E algo que percebi logo da minha chegada por estas terras, concretizou-se como um retrato de que há algo de muito errado em nossa produção de alimentos: na dita terra da uva e da manga, não é tarefa tão simples encontrar tais frutos (de qualidade) para comprar. O que é bom vai para fora

O último censo agropecuário do IBGE (acho que de 2006) trouxe dados que não podem ser ignorados:
1) A Agricultura Familiar, mesmo representando apenas 24,3% de nossa área agrícola, é responsável, por exemplo, por 87% de nossa produção de macaxeira, 70% de feijão, 38% café, 58% do leite, entre outros alimentos fundamentais para a nossa população

2) Isso tudo mesmo porque recebeu recursos públicos da ordem de R$ 13 bilhões em 2008, perante um apoio ao agronegócio no valor que circunda os R$ 100 bilhões, no mesmo período.

Só estes números já nos rendem uma boa reflexão sobre qual seria, de fato, o tipo de agricultura sustentável para nossa nação e para o nosso povo. Em várias áreas, mas em especial na agricultura por motivos óbvios, é preciso responder a uma questão importante: A quem servimos? A que serve a nossa produção rural?

E olhe que nem entrei na questão da extrema exploração do trabalhador pelo agronegócio. Estou trabalhando numa Unidade de Saúde da Família na região urbana de Petrolina e tenho visto claramente uma associação importante entre este trabalho e doenças ocupacionais. Sobre este tema devem rolar mais postagens em breve, pois pretendemos iniciar algumas pesquisas por lá. 

Outros dados importantes levantados pelo censo:
- 46,4% da soja utilizou sementes transgênicas, o que me lembra da importância da eleição de Roberto Requião para o senado brasileiro pelo Paraná. Apesar de estar no PMDB, é um quadro importante do campo progressista e nacionalista do nosso país.

- 56,3% de quem utilizou agrotóxicos, não recebeu as devidas orientações técnicas para uso. 

- Apenas 1,8% pratica a chamada agricultura orgânica. Mas não acho tão alarmante, por tratar-se também de uma questão cultural e que deve ser trabalhada.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Imprensa Burguesa x Povo Brasileiro

Estamos preparados?

Achava que não traria a pauta das eleições novamente para aqui. Mas fatos novos aconteceram e cá estou eu na terceira postagem em menos de 7 dias sobre o tema.

Há dois dias postei sobre o enfrentamento verbal que Dilma passou a realizar contra setores da imprensa burguesa, em especial contra a Fola de São Paulo. Ponto para ela e desejei que este enfrentamento seja levado para o campo das ações durante o seu governo. A grande mídia é uma das principais responsáveis pelo atraso político que ainda vivemos em nosso país.

Pois bem. Sentí que a imprensa passou a bater também no Plínio nestes últimos dias. O que para mim é um bom sinal! Plínio acertaria na mosca se passasse a pautar mais a questão do direito à comunicação e do enfrentamento necessário a ser realizado contra os grandes conglomerados da mídia.

E para finalizar, também havia comentado sobre um vídeo onde setores evangélicos, capitaneados pelo pastor Silas Malafaia, conclamavam aos cristãos a não votarem na satânica Dilma. No mesmo dia, vejo que o referido pastor pagou nota nos principais jornais do país em defesa de uma suposta liberdade democrática para a imprensa, mas que tem como recado claro um pedido de não voto à candidata petista. 

Acirramento da luta de classes no próximo período? Pela conjuntura mundial é díficil, mas é preciso que nos preparemos. 

domingo, 26 de setembro de 2010

Fliperama do Doido Tom Ze

Pense num cabra massa que é esse doido do Tom Zé. Entendam doido como uma qualidade. Aliás, faz um tempo que a doidice deixou de ser um adjetivo pejorativo em meu dicionário.

Mas vamos lá que esta é uma postagem musical. Música Fliperama do Tom Zé que está no seu último álbum e DVD "Pirulito da Ciência". Arretado!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Direita arcaica desesperada e suspiros...

Na minha última postagem deixei bem claro meu posicionamento quanto ao atual processo eleitoral ( Eleições Politizadas? Onde? ). Mas decidí voltar ao tema porque três vídeos e uma atitude me chamaram bem à atenção hoje.

Os dois primeiros vídeos retratam o desespero estampado e descarado na campanha de Serra, que representa o que há de mais arcaico na atual disputa presidencial.

O primeiro vídeo nem publico para não dar audiência, mas é um apelo ao tradicionalismo religioso. Objetiva colocar os cristãos contra a candidata Dilma com um discurso do naipe da Tradição, Família e Propriedade. E sabe o que é pior? Vi esta história pegar com uma pessoa que conheço. #tenso

O segundo eu já faço questão de colocar. Ele tem o título de "O Brasil não é do PT". Hilário. Hoje mesmo eu "recordava", no twitter, os boatos nas eleições de 2002 que diziam que o Lula mudaria o verde para vermelho na bandeira do Brasil. Haha. Gostaria mesmo que o PT fosse isso que o PSDB tentar passar. vejam o vídeo:


O terceiro vídeo dá conta do enfrentamento que Dilma tem feito com alguns meios de comunicação da grande mídia. Atitude louvavel. Torcer para que tal enfrentamento saia do campo das palavras e se transforme em ações em seu governo. Segue o vídeo:



E a atitude a ser elogiada é o ato, por parte do PSOL do RS, de retirar uma de suas candidaturas ao senado e pedir voto em Paulo Paim (PT) que encontra-se empatado nas pesquisas com o Rigotto e com uma apresentadora da RBS aí que não sei o nome. É nisso que precisamos avançar no campo popular no Brasil. Não pode ficar só na questão eleitoral, senão pouco vale. É preciso levarmos esta aparente maturidade e coerência para o campo de nossas lutas. Todos nós. Assim é que faremos diferença de verdade!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Eleições politizadas? Onde?

Onde está o poder?


Impressionante como um processo eleitoral tão dispendioso para o povo brasileiro não contribui em absolutamente nada para um aumento de consciência de nosso povo. 


Mesmo que isto seja esperado, não consigo deixar de me indignar. Só com o horário eleitoral (que não tem nada de gratuito) o povo brasileiro arca com quase R$ 1 bilhão. Dá para imaginar o resto de toda estrutura, né?

O fato é que eleição a eleição, a tendência que percebemos, com raras exceções, é de um completo esvaziamento do debate necessário sobre as questões e problemas brasileiros. E quem poderia qualificar as discussões, muitas vezes se perde no moralismo que não leva a canto nenhum, vide a campanha da senadora Heloisa Helena nas eleições presidenciais passada.

Acredito que o debate nunca foi tão fraco como tem sido este ano. O Plínio, apesar dos muitos defeitos atrelados à sua candidatura, é quem ainda traz alguns elementos importantes. Infelizmente as candidaturas do PCB e do PSTU também não tem cumprido o papel de discutir o Brasil.

E o que falar da candidatura petista? Nas eleições de 2006, Lula ainda trouxe a pauta da questão das privatizações do governo FHC, etc. E o que traz a Dilma? Não sei. E em alguns pontos, sua campanha mais deseduca. E exemplifico trazendo um pouco da área com a qual trabalho: a saúde. Um espaço foda pra poder discutir acesso à saúde, atenção integral, qualificação da rede, da atenção primária... E qual a proposta da ministra? 500 UPAs! Aí é pau, né? Bancar esta idéia, fortalecendo o imaginário social da atenção biomédica é intragável para uma candidatura dita de esquerda.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Quem quer ser o candidato do Lula?

As eleições de 2010 continuam sem o mínimo de empolgação e ânimo. Mas queria registrar apenas uma percepção ao acompanhar um trecho do guia eleitoral pelo rádio (não tenho visto tv, então pode ser diferente).
Quem vai ficar com Mary?

O fato é que alguém um pouco mais desavisado, ao escutar a propaganda do José Serra, pode achar tranquilamente que este jovem senhor é o candidato do Lula, tamanha é a associação que tentam criar entre eles. Impressiona-me tanta falta de sentido ou qualquer raciocinio logico na campanha deste presidenciavel. 

Serra não tem não projeto, não tem propostas e nem criticar sabe, pelo jeito.

Situação hilária. Na mesma lógica segue Jarbas Vasconcelos por aqui, que, aliás, deve levar uma goleada histórica. Pesquisa do Vox Populi de hoje dá Eduardo Campos com 71% x Jarbas 19%. 

Apesar de acreditar numa falsa polarização entre estes supostos projetos divergentes, tanto em nível nacional, quanto estadual, o que mais me alegra é imaginar que a lapada que Serra e Jarbas vão levar deve ser gigantesca.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Torcida do Sport Club do Recife


Minha consciência está de prova: tenho evitado (nem sempre conseguido) escrever coisas sobre futebol. No máximo 140 caracterezinhos no twitter. 

Mas uma pesquisa divulgada nos últimos dias nos trouxe informações, que, embora esperadas, comprovam a força da torcida do Sport.

A pesquisa é esta, do IBOPE

Objetivamente, os dados são estes:
O Sport tem hoje a 11ª maior torcida do país. Consolida-se como a maior torcida do Norte-Nordeste-Centro-Oeste, inclusive, numericamente maior que times afagados pela mídia, como Botafogo e Fluminenses.
Bem... alguns rubro-negros podem dizer que tal resultado seria esperado. É verdade. Mas surgiu uma novidades, ao menos para mim, muito interessante:
Entre os 20% mais pobres do país, o Sport tem a 6ª maior torcida! Um verdadeiro clube de massas!
Mas não é só isso, a la Polishop. Entre os menores de 16 anos, o Sport é a 8ª maior torcida do Brasil! 

Excelentes dados que nos mostram que é possível vencer batalhas duríssimas frente parabólicas, Globo, etc etc etc, como somos obrigados a enfrentar cotidianamente. 

A postagem era, realmente, só para compartilhar com os poucos que ainda não tinham visto resultados tão vistosos!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Plebiscito pelo Limite da Terra

Tudo tem limite

Frei Betto

Entre 1º e 7 de setembro o Fórum Nacional da reforma agrária e Justiça no Campo promoverá, em todo o Brasil, o plebiscito pelo limite da propriedade rural. Mais de 50 entidades farão da Semana da Pátria e do Grito dos Excluídos, celebrado todo 7 de setembro, um momento de clamor pela reforma fundiária em nosso país.

Vivem hoje na zona rural brasileira cerca de 30 milhões de pessoas, pouco mais de 16% da população do país. O Brasil apresenta um dos maiores índices de concentração fundiária do mundo: quase 50% das propriedades rurais têm menos de 10ha e ocupam apenas 2,36% da área do país. E menos de 1% das propriedades rurais (46.911) têm área acima de 1 mil hectares cada e ocupam 44% do território (IBGE, 2006).

As propriedades com mais de 2.500ha são apenas 15.012 e ocupam 98,5 milhões de hectares: 28 milhões de hectares a mais do que quase 4,5 milhões de propriedades rurais com menos de 100ha.

Diante desse quadro de grave desigualdade, não se pode admitir que imensas propriedades rurais possam pertencer a um único dono, impedindo o acesso democrático à terra, que é um bem natural, coletivo, porém limitado.

O objetivo do plebiscito é demonstrar ao Congresso Nacional que o povo brasileiro deseja que se inclua na Constituição um novo inciso limitando a propriedade da terra princípio adotado por vários países capitalistas a 35 módulos fiscais. Áreas acima disso seriam incorporadas ao patrimônio público e destinadas à reforma agrária.


terça-feira, 10 de agosto de 2010

Florestan Fernandes segue vivo

Do sítio do MST, homenagem ao mestre Florestan Fernandes
Mestre Florestan Fernandes

Há 15 anos, no dia 10 de agosto de 1995, morria Florestan Fernandes, uma referência continental no desenvolvimento metodológico e científico da sociologia.
Paulista, nascido em 1920, filho de migrantes portugueses, deixou mais de 50 obras escritas. Foi deputado federal constituinte, eleito pelo Partido dos Trabalhadores, e professor rigoroso.
De origem humilde, fez de tudo na vida, trabalhando e ajudando na sobrevivência familiar, até romper as barreiras elitistas da USP (Universidade de São Paulo) e se tornar seu aluno, professor e mais tarde um mestre de referência.
Sempre manteve a coerência ideológica e compromisso com a classe trabalhadora. Punido pela ditadura militar, amargou o exílio. Voltou ao Brasil e continuou a luta em defesa da classe.
É sem duvida o mais importante intelectual orgânico do século 20. Bebeu na fonte dos clássicos e estudou com profundidade as classes sociais na sociedade brasileira.
Defendeu com coragem a necessidade de uma verdadeira revolução social, que pudesse construir uma sociedade com justiça e igualdade em nosso país.
O povo brasileiro, a classe trabalhadora, os movimentos sociais e os intelectuais orgânicos - todos os que desejamos mudanças na sociedade brasileira - ficamos de luto.
Seu legado, no entanto, nos anima a continuar a luta.
Florestan defendeu como ninguém a importância da educação, da formação da consciência de classe, do acesso ao conhecimento como uma necessidade da classe trabalhadora para se libertar da humilhação, discriminação, opressão e da exploração imposta pelos ricos e poderosos.
O MST se orgulha de ser um dos seus seguidores e de ter apreendido muito com seus escritos e com seu exemplo. Por isso nossa escola nacional de formação de quadros, localizada em São Paulo, se chama Escola Nacional Florestan Fernandes.
Florestan Fernandes segue vivo, por sua obra e exemplo de vida.
"Contra a intolerância dos ricos, a intransigência dos pobres"!
São Paulo, 10 de agosto de 2010.
Secretaria Nacional do MST

terça-feira, 3 de agosto de 2010

A Tomada da Reitoria

Ofereço-lhes mais um dos sempre bons artigos do professor e amigo Lurildo Saraiva. Tenho certeza que gostarão, assim como aconteceu com o último. A propósito, quem não o viu, pode acessá-lo clicando aqui

Governador BIÔNICO Nilo Coelho

A tomada da Reitoria

Em 2 de outubro de 1968 fui avisado que no dia seguinte, uma quinta-feira, iríamos falar com o Reitor Murilo Guimarães, de uma forma ou de outra. A situação difícil e precária do hospital Pedro II nos exigia uma ação radical, com provável ocupação da Reitoria. Na verdade, houve séria discussão sobre essa manifestação, os que estavam ligados ao “Partidão” foram contra, a exemplo de Carmem Chaves, mas venceu na votação a linha adotada pela Ação Popular, a qual se alinhava a liderança do DA. Nesse ano, já estava um tanto afastado da diretoria do DA, então comandado por Marcos Burle de Aguiar, mas mesmo no curso clínico, me mantinha a par dos acontecimentos, apoiava e participava da luta.

A Reitoria da UFPE ocupava prédio situado em frente à Sétima Região Militar, atual representação do Ministério da Educação, nas cercanias do IV Exército: local inapropriado para qualquer manifestação estudantil, no ano em que, como forças antípodas, o governo militar e o movimento estudantil, orientado pela UNE, estavam cada vez mais radicais em suas posições. Numa atitude que me seria depois muito útil – álibi usado na minha defesa do decreto-lei 477 - pedi ao colega Roberto Guimarães que assinasse a minha presença em aula de Obstetrícia, que ocorreria na tarde do dia programado.

sábado, 31 de julho de 2010

Médicos na política




Não tinha como deixar passar em branco esta. 

Numa comunidade do orkut qualquer aí que tinha alguma relação com a medicina, me deparo com a seguinte enquete (escondi o nome do autor):

















O.o

Acho que daria para brincar de jogo de 7 erros, que vão da gramática à lógica, passando por noções de cidadania... enfim.

O que mais me chamou a atenção é que não somente restringe a política à prática eleitoral, como passa a idéia de que  o único objetivo de estar inserido (na política) seria o de defender a "classe" (oi? você quis dizer categoria?)

Não quero crucificar o autor de maneira nenhuma, mas serve de amostra do quão o termo política está mal utilizado em nossa sociedade.

Só comparo o mal uso da expressão POLÍTICA ao corriqueiro e mal utilizado SOLIDARIEDADE.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Tecnica de Relaxamento

Aliás, aproveitando o gancho da última postagem, queria propor um exercício aos poucos, mas queridos amig@s que frequentam este blog: fechem os olhos (mas só depois de terminar de ler toda a postagem, hein?) e relaxem um pouco. Se possível, fechem todas as cortinas e desliguem qualquer objeto sonoro que possa atrapalhar este momento... isso... 



Agora imagem um navio. Um navio bem grande.  E nesta embarcação, um grande plenário. Tipo o plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília. Isso... mas não se aperreiem... o plenário está vazio e por enquanto não há nenhum bandido...

Vamos colocar agora pessoas neste grande plenário pertencente a este grande navio?


sábado, 24 de julho de 2010

Direita e Esquerda nas eleições 2010


Que processo democrático é este?

Vou votar em Dilma/PT/PMDB no 2º turno? Vou (se houver, né?). Sua candidatura representa algum avanço? Obviamente não, mas a candidatura Serra/PSDB/DEM significa um retrocesso maior ainda. A questão nem é esta.

O fato é que resolvi escrever esta pequena postagem porque não aguento mais escutar/ler certo petismo mais ousado ficar apontando que a direita está nas outras candidaturas. Olha só... vou transcrever abaixo uma minúscula lista com os aliados de Dilma e do PT pelo Brasil afora:

Michel Temer, Inocêncio Oliveira, Joaquim Francisco, Severino Cavalcanti, Fernando Collor, Renan Calheiros, José Sarney, Roseana Sarney, José Maranhão, Hélio Costa, Romero Jucá, Jader Barbalho, Antonio Delfim Netto, Sérgio Cabral, Marcelo Crivella, Henrique Meirelles, Paulo Skaf, Aldo Rebello (ilustre ruralista do PCdoB) são alguns exemplos. E aí? São figuras de esquerda? São minimamente progressistas?? Ahhh, então parem de fazer discurso vazio. 

Tenho admiração pelos amig@s petistas que trazem o debate do pragmatismo como justificativa. Mesmo que sejam defensores de tal política de aliança, ao menos são honestos com os outros e com si próprios.




E só para ilustrar um pouco mais, temos hoje no Brasil cerca de 28 prefeituras em que o prefeito é do PT e o vice do PSDB e 27 em que o prefeito é do PSDB e o vide do PT. Agora pensem comigo em quantas outras eles são aliados, mas pelo um não compõe a executiva. (fonte) E quantas não devem ser também a composição com o DEM?

Não quero com este último parágrafo fazer nenhum debate purista ou "utópico". Só acho que é preciso mais coerência entre prática e discurso.