quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Eleições em Pernambuco e meus votos!


Definitivamente, estas eleições não vão mudar a vida de ninguém. Como está colocado hoje, o processo eleitoral brasileiro se trata de um grande teatro, onde grupos situacionistas e oposicionistas disputam quem irá gerir o caos.

Onde está o nó?? Não há como dar respostas imediatas a problemas estruturais do país, como saúde, educação, todos os tipos de violências. Até porque exigiriam transformações que não seriam permitidas pela composição de nosso estado.

Por outro lado, é um processo que deseduca, desmobilizando a classe trabalhadora.

Mas tal como está, ainda não é um processo superado. Não há como fingir que ele não existe.

Cogitei defender o voto nulo geral, mas seria uma atitude que talvez não contribuisse com a reorganização das forças populares.

Mas diante de um quadro tão ruim em nosso estado, poucas são as candidaturas que destaco. Vamos a elas:

Se votasse em Jaboatão dos Guararapes:
Sem dúvida alguma meu voto seria em Paulo Rubem Santiago, no PDT, para Prefeito. Das três principais cidades da Região Metropolitana do Recife, Paulo Rubem é, disparado, a melhor candidatura. Tanto pela sua história, quanto por sua coerência em momentos cruciais da política em nosso estado.

Se votasse em Recife:
Aqui a situação começa a ficar mais difícil. Tenderia a votar no Roberto Numeriano, do PCB. Apesar da fraquíssima estrutura, é o programa mais combativo, com um candidato preparado. Votar em Edilson, do PSOL, seria outra opção. Mas muito me incomoda as tabelinhas que Edilson faz com a direita clássica.

E como voto em Olinda:
Estou lascado.
Parto de dois pressupostos:
- Não voto no irmão do Renan Calheiros, o Renildo, do PCdoB, nem a pau. Para se ter idéia de como o governo de Luciana foi ruim, basta ver que o candidato da situação quase não a mostra em seus materiais de campanha. E ainda sobre o Renildo... todos se lembram da relação promíscua de Renan e Olavo Calheiros com a Schincariol? Pois bem, tal cervejaria foi a principal doadora da última campanha para deputado federal de Renildo. Para comprovar, clica aqui.

- Também não quero ver Jacilda, do PMDB, no 2º turno de jeito nenhum. Representa o que há de mais atrasado e reacionário na política hoje em Olinda.

Então, trabalho com três cenários:
1 - Votar na candidatura do PSOL, no Marcos. Conta muito negativamente o fato de não conhece nada do partido em olinda ou do candidato.
2 - Votar nulo
3 - Votar com vistas a impedir um 2º turno com a presença de Jacilda. É a possibilidade mais remota.

De fato, situação muito complicada.

Meu único voto certo em Olinda é para vereador. É em Marcelo Santa Cruz. Apesar de ser petista e da base governista, é um político de uma seriedade enorme e muito compromissado com os movimentos sociais e com a luta pelos direitos humanos.

Mas reafirmo: transformações concretas não virão da disputa eleitoral como ela está colocada hoje. É preciso construir o poder popular, para superação deste estado.

Um comentário:

Related Posts with Thumbnails