terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Massacre na Faixa de Gaza

Um recado a nossa imprensa nojeta:

MASSACRE, entendeu?? O que ocorre não Faixa de Gaza não é guerra. É massacre! Extermínio do povo palestino. Parem de mentir!

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Viva os palestinos!

Resgato uma charge do Latuff num momento em que Israel retoma com força o seu genocídio.

Toda força ao povo palestino!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Bush e os Sapatos

O Ivan, do Bodega, está certo.

INACEITÁVEL!

Como ele pôde errar??

domingo, 14 de dezembro de 2008

A velha direita também delira?

"Nós também deliramos, a despeito do presidente ser aliado"

Amanheci lendo a coluna do Cláudio Humberto no JC.

Sim, eu sei. Um grandessíssimo representante da direitona na imprensa. Mas leio mesmo assim. Me divirto algumas vezes.

Agora volto ao que queria falar, antes de ser interrompido...

Deparei-me com um exemplo concreto de que não é apenas a esquerda que viaja em teorias conspiratórias. A velha direita também. Ademais, achei de grande criatividade. Rola até uma pontinha de "Será?!?"

Trata-se de duas propagandas oficiais. Vamos a elas:

A primeira é referente a uma campanha deste ano do Ministério da Saúde, com foco no incentivo ao uso da camisinha por idosos, chamada pelo colunista de campanha do "enta".
No vídeo, após vários idosos repetirem palavras que terminam em "enta", um senhor atender uma ligação fazendo referência a uma... "presidenta". Suposta referência a provável candidata a presidência de Lula, a Dilma Rousseff. Genial. Segue o vídeo abaixo:


-
A segunda é uma campanha do Banco do Brasil do ano passado. Neste comercial, o BB "convoca" para uma chamada Campanha do 3. Para o colunista, seria uma descarada campanha a favor de um 3º mandato para o presidente. Segue o vídeo:




Postagem programada em 07/12/2008

sábado, 13 de dezembro de 2008

Daniel Dantas: o dono do Brasil (4)

Não poderia faltar uma homenagem ao Gilmar Mendes, não é?

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

sábado, 6 de dezembro de 2008

Semana da Charge/Cartum

A partir deste domingo rola a Semana da Charge e do Cartum aqui no Propalando.

Um por dia.

É o tempo que estarei em São Paulo participando de uma atividade da Consulta Popular.

Abraços

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Dossiê Daniel Dantas

"Até o Propalando me persegue?!?"

Poucos sãos meios de comunicação que ousam bater no Daniel Dantas, o Dono do Brasil.
Acho que vi apenas o Terra Magazine e a Revista Carta Capital.

Pois bem. A Carta Capital acaba de lançar um dossiê sobre o pilantrão. Trata-se, na realidade, de uma retomada, através do que já foi escrito na revista, desde a época de FHC, passando pelas aventuras durante o governo do Lula.

É só clicar aqui.

Abraços

domingo, 30 de novembro de 2008

Deserto Feliz

Nem vi ainda. Só sei que eu esperava há um tempão. E quem já viu, só fala bem.

Este é Deserto Feliz, terceiro filme de Paulo Caldas. Antes vieram Baile Perfumado e O Rap do Pequeno Príncipe Contra as Almas Sebosas.


Destaco a trilha sonora, comandada por Erasto Vasconcelos e Fábio Trummer. E como destaque dentro do destaque (!) "O Baile da Betinha" do próprio Erasto. Aliás, Clica aqui para entrar no novo SomBarato e baixar a Trilha do Filme.

O vídeo abaixo peguei no http://sembarato.blogspot.com. Pelo descrito é uma cena que não está no filme, mas é show de bola como divulgação. Trata-se da Zezé Mota cantando "Pode Me Chamar", da banda Eddie.



Aliás, por falar em Eddie, também no novo Sombarato, o novíssimo "Carnaval no Inferno", com lançamento em primeiro mão para download no supracitado sítio. Para mim, um dos melhores álbuns lançados este ano. Quero escrever sobre ele em breve.

domingo, 23 de novembro de 2008

SomBarato está de volta!

http://www.sombarato.org

Uma grande notícia para os amantes da boa música e adeptos da cultura livre: está de volta o sombarato!
Em novo formato que permite uma participação bem maior. Eu mesmo já dei inicio a minha contribuição e disponibilizei um álbum. Vale a pena conferir.

Mais um gol no embate contra a indústria cultural e contra as grandes gravadoras!

http://www.sombarato.org

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Nossa Caixa e BB: jogada de mestre do Serra

Enfim, foi anunciada, hoje à tarde, a compra da Nossa Caixa pelo Banco do Brasil por um valor de R$ 5,4 bilhões. Tal valor deverá ser pago em 18 parcelas.

PT e PSDB foram os grande vitoriosos desta transação (PSDB e PT ficam satisfeitos com aquisição do BB - JB Online). Mas jogada de mestre mesmo foi a do governador de São Paulo, o José Serra.

O bicho, doido para ser eleito presidente da República em 2010, tava sonhando com os bilhões em caixa. Mas todo mundo sabe que um dos debates que ajudou a enterrar Alckmin no 2º turno da eleição passada foi a danada das privatizações. Então, eis que deve ter tido uma luz: "EURECA! Vender para um banco público!"

O governo Lula, por sua vez, achou a oportunidade que queria para fazer crescer um pouco o Banco do Brasil. Estaria o Inácio da Silva e o PT "dando uma guinada no navio"(como diria o saudoso José Dirceu) para um governo ao menos nacionalista?Ahh..se eu tivesse um ponto de ironia como existem os pontos de exclamação e de interrogação...
Bem... deixa eu voltar... Eu creio que não. E quem diz isso é o próprio ministro da Fazenda: "... se houver necessidade (de fazer novas aquisições), será para ajudar o setor privado, algum banco." Fonte: O Globo
Além de que mantém, sem pudor, leilões de blocos exploratórios de Petróleo.

A grande imprensa parece que ficou perdida.
Enquanto vi 'especialistas' criticando a negociação ao afirmar que em leilão o valor obtido poderia ser bem maior, outros acham que o BB pagou demais. É o que diz o Portal EXAME, da Abril, com a seguinte notícia: Por que o BB pagou caro pela Nossa Caixa?
No fundo, dá pra sentir aquela pontinha de ciúme. Os Bancos privados na certa não abrirão o bico, afinal sabem que, com estes governos, os beneficios são muito maiores que eventuais reveses.

Pois bem. E só para não deixar de tocar no assunto. Muito anima a articulação que tem surgido nacionalmente, entre setores da esquerda, que objetiva a defesa de nosso petróleo. Em breve tocarei mais neste assunto. Mas deixo um link interessante que trata desta articulação, que quer logo de cara barrar a "10ª Rodada de Licitações de Petróleo e Gás" promovida pelo Governo Lula: Movimentos se unem para impedir leilão do petróleo. Fonte: Brasil de Fato

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Galvão Bueno x Pelé

Ahhhh... nada como a velha hipocrisia, já que falei nela na última postagem. (Clica aqui)

Palavras do Galvão Bueno, minutos antes de começar Brasil x Portugal agora à noite:
"Ai está o grande Edson Arantes do Nascimento! O nosso grande Pelé! O querido Pelé! Diga a ele - dirigindo-se ao reporter - que mando um grande abraço"

Que bonito... Isso me faz lembra um outro momento na vida destas duas figuras

Observação antes de fechar a postagem: Que feliz. Gol de Portugal!



Ainda não foi desta vez

Volto a escrever pro blog. Na mesma lógica de antes. Mas vamos ao que interessa.

Gaucho, do Galinha Cabidela, viu primeiro. Mas aí vai.

Um pouco de toda a hipocrisia de nossa sociedade.
Alcool é a droga que mais mata no mundo. Não é opinião. É fato. Mas nossos reacionários de plantão não ligam, afinal é lícita.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Fim do Propalando?

Talvez esteja completando um ciclo.
Mas acho que não.

O fato é que o blog cresceu um bocado nos ultimos tempos, muitas visitas.
Mas acho que não está cumprindo o propósito inicial que é o de dialogar com amigos e amigas.

Vou pensar sobre isso.

domingo, 19 de outubro de 2008

O Torcedor, por Eduardo Galeano

Tenho tido uma preocupação: de alguma maneira justificar minha paixão pelo futebol (acho que é mais pelo Sport Club do Recife, que por futebol mesmo, mas deixa para lá...)

Adotei a tática, então, de buscar em referenciais teóricos da esquerda essa justificativa. Seguindo a linha, estou lendo agora "Futebol ao sol e à sombra" de Eduardo Galeano, escritor de "As veias abertas da América Latina", tão caro à minha formação.

Segue abaixo um lindo texto, do supracitado livro, entitulado "O torcedor":

Uma vez por semana, o torcedor foge de casa e vai ao estádio.

Ondulam as bandeiras, soam as matracas, os foguetes, os tambores, chovem serpentinas e papel picado: a cidade desaparece, a rotina se esquece, só existe o templo. Neste espaço sagrado, a única religião que não tem ateus exibe suas divindades. Embora o torcedor possa contemplar o milagre, mais comodamente, na tela de sua televisão, prefere cumprir a peregrinação até o lugar onde possa ver em carne e osso seus anjos lutando em duelo contra os demônios da rodada.

Aqui o torcedor agita o lenço, engole saliva, engole veneno, come o boné, sussura preces e maldições, e de repente arrebenta a garganta numa ovação e salta feito pulga abraçando o desconhecido que grita gol ao seu lado. Enquanto dura a missa pagã, o torcedor é muitos. Compartilha com milhares de devotos a certeza de que somos os melhores, todos os juízes estão vendidos, todos os rivais são trapaceiros.

É raro o torcedor que diz: “Meu time joga hoje”. Sempre diz: “Nós jogamos hoje”.

Este jogador número doze sabe muito bem que é ele quem sopra os ventos de fervor que empurram a bola quando ela dorme, do mesmo jeito que os outros onze jogadores sabem que jogar sem torcida é como dançar sem música.


Quando termina a partida, o torcedor, que não saiu da arquibancada, celebra sua vitória, que goleada fizemos, que surra a gente deu neles, ou chora sua derrota, nos roubaram outra vez, juiz ladrão. E então o sol vai embora, e o torcedor se vai. Caem as sombras sobre o estádio que se esvazia. Nos degraus de cimento ardem, aqui e ali, algumas fogueiras de fogo fugaz, enquando vão se apagando as luzes e as vozes. O estádio fica sozinho e o torcedor também volta à sua solidão, um eu que foi nós; o torcedor se afasta, se dispersa, se perde, e o domingo é melancólico feito uma quarta-feira de cinzas depois da morte do carnaval.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Ele é casado? Tem filhos?

Quem brilhantemente lançou a questao foi o Surra

E eu adaptei ao Propalando. Não sei quem merece mais o Prêmio Cicarelli de Marketing(Não conhece tal importante premiação? Clica Aqui) :

Seria a Marta Suplicy, do PT, suposta candidatura progressista de São Paulo, ao apelar para uma suposta homossexualidade do prefeito, e candidato a reeleiçao, Gilberto Kassab em seu guia eleitoral??

Ou seriam as alas mais conservadoras dos DEMO/PSDB ao afirmarem que nada tem a ver a sexualidade do candidato?

Muito feio, petistas, muito feio...

Ta voando?? Clica aqui

domingo, 12 de outubro de 2008

Deu no Programa do Faustao...


- Olá telespectadores! Estamos aqui com o caminhão do Faustão e vamos entregar todos os nossos prêmios para a Dona Maria. Está feliz, Dona Maria?
- (já em prantos) Muuuito feliz. Estava muito necessitada. Rezei muito para ganhar estes prêmios do Caminhão do Faustão!
- Mas que beleza! E o que foi que a senhora comprou para entrar no sorteio?
- Ahhh.. foi um TV LCD de 32"

Nesse momento, como que num "pulso de vida", eu desligo a TV e reaprendo que não vê este tipo de programa.

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

O preço da luz é um roubo!

Estamos dando início aqui em Recife à campanha "O preço da luz é um roubo".

Pagamos, no Brasil, a 5ª maior tarifa do mundo, muito embora a produção de hidroeletricidade ser considerada das mais baratas do mundo.
Além disso, grandes empresas pagam até 12 vezes menos que grande parte dos cidadãos e das cidadãs brasileiras.

Segue abaixo um vídeo feito pela Assembleia Popular para a campanha.

Para mais informações e detalhes, entre no sítio do MAB - Movimento dos Atingidos por Barragens - http://www.mabnacional.org.br/

-

-

Para mais informações, basta entrar em contato via e-mail ou via contato do blog (um link na barra de cima)

Abraços!

domingo, 5 de outubro de 2008

Crise do Capitalismo (2)

Muito boa a sacada desta charge. Saiu na Carta Maior.

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Eleições em Pernambuco e meus votos!


Definitivamente, estas eleições não vão mudar a vida de ninguém. Como está colocado hoje, o processo eleitoral brasileiro se trata de um grande teatro, onde grupos situacionistas e oposicionistas disputam quem irá gerir o caos.

Onde está o nó?? Não há como dar respostas imediatas a problemas estruturais do país, como saúde, educação, todos os tipos de violências. Até porque exigiriam transformações que não seriam permitidas pela composição de nosso estado.

Por outro lado, é um processo que deseduca, desmobilizando a classe trabalhadora.

Mas tal como está, ainda não é um processo superado. Não há como fingir que ele não existe.

Cogitei defender o voto nulo geral, mas seria uma atitude que talvez não contribuisse com a reorganização das forças populares.

Mas diante de um quadro tão ruim em nosso estado, poucas são as candidaturas que destaco. Vamos a elas:

Se votasse em Jaboatão dos Guararapes:
Sem dúvida alguma meu voto seria em Paulo Rubem Santiago, no PDT, para Prefeito. Das três principais cidades da Região Metropolitana do Recife, Paulo Rubem é, disparado, a melhor candidatura. Tanto pela sua história, quanto por sua coerência em momentos cruciais da política em nosso estado.

Se votasse em Recife:
Aqui a situação começa a ficar mais difícil. Tenderia a votar no Roberto Numeriano, do PCB. Apesar da fraquíssima estrutura, é o programa mais combativo, com um candidato preparado. Votar em Edilson, do PSOL, seria outra opção. Mas muito me incomoda as tabelinhas que Edilson faz com a direita clássica.

E como voto em Olinda:
Estou lascado.
Parto de dois pressupostos:
- Não voto no irmão do Renan Calheiros, o Renildo, do PCdoB, nem a pau. Para se ter idéia de como o governo de Luciana foi ruim, basta ver que o candidato da situação quase não a mostra em seus materiais de campanha. E ainda sobre o Renildo... todos se lembram da relação promíscua de Renan e Olavo Calheiros com a Schincariol? Pois bem, tal cervejaria foi a principal doadora da última campanha para deputado federal de Renildo. Para comprovar, clica aqui.

- Também não quero ver Jacilda, do PMDB, no 2º turno de jeito nenhum. Representa o que há de mais atrasado e reacionário na política hoje em Olinda.

Então, trabalho com três cenários:
1 - Votar na candidatura do PSOL, no Marcos. Conta muito negativamente o fato de não conhece nada do partido em olinda ou do candidato.
2 - Votar nulo
3 - Votar com vistas a impedir um 2º turno com a presença de Jacilda. É a possibilidade mais remota.

De fato, situação muito complicada.

Meu único voto certo em Olinda é para vereador. É em Marcelo Santa Cruz. Apesar de ser petista e da base governista, é um político de uma seriedade enorme e muito compromissado com os movimentos sociais e com a luta pelos direitos humanos.

Mas reafirmo: transformações concretas não virão da disputa eleitoral como ela está colocada hoje. É preciso construir o poder popular, para superação deste estado.

terça-feira, 23 de setembro de 2008

Exemplo pedagógico: Equador controla Odebrecht

O exemplo pedagógico é fundamental na política. E está aí a grande diferença entre o governo neodesenvolvimentista de Lula no Brasil e governos populares progressistas da América Latina, como o de Rafael Correa no Equador.

Estes sim, fazem governos progressistas

Enquanto Lula fica dando uma de "esquerda" ao discursar na ONU: "É inadmissível... que os lucros dos especuladores sejam sempre privatizados e suas perdas, invariavelmente socializadas.", o governo de Rafael Correa, por meio de decreto, embargou os bens da Odebrecht e ordenou a militarização imediata das obras comandadas por tal empresa brasileira.
Tudo devido a uma indenização que a empresa deve ao governo equatoriano por obras de merda.

Emilio Odebrecht

Apesar de tais governos progressistas na AL estarem longe de representar, de fato, governos revolucionários, estão todos anos-luz na frente do governo Lula. Aliás, talvez não caiba nem esta comparação...

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Crise do Capitalismo

Duas charges de hoje, relacionadas à crise do capitalismo.
A primeira é do grande Veríssimo. A segunda é de Miguel, cartunista do Jornal do Commercio de Recife.




sábado, 6 de setembro de 2008

Morre Fausto Wolff


De repente, mais precisamente às 21h50 de ontem, os acessos simultaneos ao meu blog, via google, aumentam vertiginosamente. Procuro o termo responsavel e está la: "Fausto Wolff".
Neste momento um frio percorre a minha espinha e penso: "morreu o velho lobo".

Acesso o sítio do JB e esta lá... estampada a notícia. Aos 68 anos, morre Fausto Wolff. 

Fausto foi dos melhores jornalistas e escritores do Brasil. Mas esta parte objetiva de quem ele foi deixo para o links no final da postagem.
Amigos e amigas que de vez em quando frequentam o Propalando sabem o quanto já falei do velho lobo.

Primeiro com seus artigos em "O Pasquim21" e depois com seus livros, o Fausto foi muito importante na minha formação política e como ser humano. Em certa época, chegamos a trocar alguns emails. Na minha ida ao Rio de Janeiro em janeiro de 2007, acertamos (eu, Fernando Feio e Fausto Wolff) de tomar um chopp em Ipanema. Terminou não rolando.

A forma como ele mesclava uma eterna indignação perante as injustiças (até de forma agressiva, em alguns momentos) com um forte sentimento de solidariedade para com o próximo tornava os seus textos impressionantemente humanos. Sem esquecer do humor e da ironia.

Há algumas semanas terminei de ler seu último livro: A milésima segunda noite. Muito bom. Talvez não melhor que "A mão esquerda".
Felizmente Fausto deixa uma obra importante. Não deixou mais, certamente, por falta de espaço.

Na política sempre foi brizolista de carteirinha. Apesar da sempre constante desconfiança do que seria o PT, escreve um belíssimo texto quando da vitória de Lula. Mas precisou de pouco para perceber realmente do que se tratava o governo e o Partido dos Trabalhadores.

Queria muito ter neste momento o dom da escrita para expressar melhor quem foi o Wolff!

Como diria Natanael Jebão, descansa agora aquele que além de jogador, era comunista e alcoóltra.

Leia Aqui, a última crônica de Fausto para o JB




quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Candidatos "ficha-suja" em Pernambuco

Sou meio arretado com estas listas que o judiciário cria com os candidatos considerados "ficha-suja".
Não pelos políticos, mas tudo isso soa para mim como o velho "o sujo falando do mal lavado". Acho que será mais justo quando também tivermos uma lista com os "juizes mais sujos"... mas deixa para lá.

Esta postagem é para falar da última lista divulgada pela AMB com candidatos que têm pendencias judiciais. Por coincidência (ou não), todos os 3 candidatos em Pernambuco apanhados por esta lista são o que há de pior, na minha opinião, dentro das três principais eleições da Região Metropolitina do Recife.

André Campos e seu vice, em Jaboatao. E Jacilda Urquiza em Olinda.

Espero não vê-los de jeito nenhum no 2º turno!

Abraços!

domingo, 31 de agosto de 2008

Morre Mestre Salustiano

De luto está a cultura de Pernambuco...


Clique Aqui para ler matéria do JC

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Governo de Pernambuco quer privatizar a saúde!

Há algumas postagens atrás falei um pouco do caos que vive a saúde em Pernambuco.

Pois bem. O Governo de Pernambuco acha pouco. E acaba de ser aprovado, sem qualquer espécie de debate com a sociedade, a criação das Fundações Estatais de Direito de Privado que irão gerir a saúde pública em nosso estado.

36 votos a favor e apenas 1 contra, foi como seu deu a votação na Assembleia.

Tenho prova amanha, preciso estudar ainda. Volto a tratar do tema depois!

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Obama x McCain: Democracia Who?

A Charge abaixo exprime um pouco do que penso sobre as eleições estadunidenses. Ela se refere aos "congressistas", mas é perfeitamente aplicavel a esta disputa Obama X McCain.

Na realidade, já escrevi sobre tais eleições aqui no blog, em abril, e, a la Nostradamus, já antecipava o crescimento de McCain. É só ler aqui.

E outra: li depois que um terceiro postulante democrata (o qual sequer foi falado em nossa grande imprensa e muito menos lembro o nome agora) apresentava, o que talvez pudéssemos considerar como propostas realmente progressistas (ok, talvez nem tanto). Mas deixa para lá. Não interessa mais.

E viva a falsa democracia de merda!

não sei de quem é a charge e não lembro onde a vi

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

A Saudade da Pernambucanidade


Quando meu amigo Gaúcho chegou em Recife depois de um temporada em Uberlândia, terra de Natália, sua namorada, pedi que escrevesse algo para eu publicar no Propalando. Ele demorou um pouco, mas eis aqui o texto.

Teria sido uma experiência mais interessante caso ele tivesse passado alguns anos fora, mas não foi o caso... haha

Pois bem... Segue abaixo o texto. E aproveito para testar uma nova funcionalidade do blog. Para ler o texto completo é preciso clicar no ícone que aparece em formato de positivo ou cruz ou o que quer que seja.

A Saudade da Pernambucanidade

Passar um tempo longe destas terras me deu uma perspectiva diferente. Parece clichê, eu sei. É aquele velho papo de que se sente saudade das coisas quando se está longe. Porém, a saudade desta terra foi algo que ultrapassou o que se pode chamar de saudade.
Não foi apenas a saudade de uma terra, da família e dos amigos, mas sim de todo um conjunto de coisas que faz a Pernambucanidade. O povo, as ruas, as notícias, os problemas, as praias, as músicas, as chuvas inesperadas, os alagamentos, os debates, os revolucionários, os reacionários, enfim, tudo me deu saudade.

Não, não era a saudade de passear na praia de Boa Viagem e ver ostentado num arranha-céu o nome de um dos Coronéis que ainda reinam por estas bandas. Não, não era a saudade de andar por um centro de cultura capitalista (ou seja, cultura de dinheiro internacional) que muitos daqui arvoram ser o maior Shopping da América Latina. Não, não era a saudade de ver cerâmicas ou esculturas de mais uma família mandante. Não, não era saudade de ir pra boates que tocam músicas originadas em Londres ou Nova Iorque funcionando como mais uma correia de transmissão do Imperialismo da língua inglesa sobre nós, pobres latinoamericanos.
Era saudade do Forró! Me roí todinho assistindo pela televisão o São João de todo este Nordeste sabendo que de onde eu estava, a única manifestação parecida que eu vi foi uma dupla sertaneja cantando numa praça, com todo mundo sentadinho tomando seu quentão. Foi saudade desse rala-bucho gostoso, do suor dançante na testa, das letras que exaltam a cultura nordestina e os costumes destes que um dia hão de liderar a revolução brasileira.
Era saudade do nosso calorzinho morno! Era saudade do cuzcuz com salsicha, da macaxeira com charque, do queijo de coalho, da tapioca, de peixe de mar, de camarão, de sururu, de marisco, de inhame com ovo.
Era saudade dos mercados municipais! Acredite quem quiser, mas lá não se bebe em Mercado Municipal! Como assim, cara pálida???? Como não ter saudade de um Mercado da Madalena e seu arrumadinho? Como não ter saudade do Mercado da Boa vista e de sua cerveja gelada acompanhando um pirão?
Era saudade deste povo. Deste povo que se articula, deste povo que sonha, deste povo que luta, deste povo de luta! Deste povo herdeiro da Revolução Pernambucana, do patriotismo primo nestas terras brasileiras. Era saudade até dos reacionários, que, comparados com os de lá, quem diria, são considerados centristas.
Era saudade do nosso bairrismo. Era saudade da Bombonilha! Era saudade das ruas do Recife antigo, que remontam à épocas de velhas e novas dominações imperialistas, mas que aqui e acolá, vemos as marcas da Resistência, de um povo que não se deixa abater. Pixações e grafites, rua da Aurora, rua da Moeda, e tantas outras ruas do centro do meu recife.
Era saudade também dos cheiros de nossa terra. Este cheiro de mar, que só pelo cheiro me enche de Esperança Libertária, como se ele mesmo fosse responsável pelo sonho de liberdade desse povo. Era saudade do cheiro do mangue, que nos faz lembrar dia a dia que os homens e os caranguejos se misturam num ambiente, que um depende do outro pra sobreviver, e que se mantivermos as coisas como estão, um vai acabar virando o outro. Era saudade do cheiro acre da Agamenon Magalhães, uma chaga na face do Recife, ou melhor, vários dentes cariados, fétidos, que deixam à vista de quem quiser ver a imundície que a raça humana produz, e que joga direto no rio, que vai pro mar, que estes mesmos humanos se esbaldam no domingo....
Thiago Henrique (Gaúcho) – http://galinhacabidela.blogspot.com

domingo, 17 de agosto de 2008

Ia... mas vale Bronze em Pequim

Eu ia postar hoje.

Mas o Sport perdeu para um time de bandidos, em jogo arbitrado por outro bandido, e jogando um futebolzinho de 3ª categoria.

E o resultado foi 1 x 0 para o Botafogo em plena Ilha do Retiro.

Tchau

Ahh... antes que me esqueça. Ainda não escrevi nada sobre as Olimpíadas de Pequim, né?
Mas segue uma dica de sítio: É o Bronze Brasil!!

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

O mundo maravilhoso da propaganda política!

Vai eleição, vem eleição e nada muda nas propagandas eleitorais. Quer dizer, mudam sim. Tornam-se a cada ano mais profissioniais, baseadas em pesquisas de opinião. Logo, mais chatas e menos ideológicas.

Mas certas coisas não mudam. Uma delas são as soluções mágicas "encontradas" para problemas estruturais de nossa sociedade. Educação e Saúde soam como problemas "fichinha" na mão da maior parte dos candidatos e partidos ai colocados.

Saúde, então. Vixe... Temos aberrações como a promessa de Mendonça, candidato dos DEMO a prefeitura de Recife, que visualiza como solução para nossa saúde a "compra" de consultas no serviço particular para a população recifense. (Leia mais clicando aqui, no blog de Giliate).

Mas um "ponto clássico" é a promessa de construção de novos hospitais ou policlínicas "para desafogar os grandes hospitais".

O Governador de Pernambuco, Eduardo Campos, foi eleito com uma mirabolante promessa de construção de 3 super-ultra-hospitais em pontos estrategicos da Região Metropolitana do Recife. Fecha Cena. Abre cena agora: quase dois anos de gestão e Pernambuco vive uma das maiores crises de sua história na área da saúde.

Quanto a isso, dois fatos precisam ser ressaltados:
- A culpa é da atual gestão?? Não somente. Este é um problema estrutural de há muito.
- Mas não adianta dizer que o problema são os médicos e que trata-se de perseguição política ao governador, como eles têm dito. É uma mentira porque vi a categoria médica ser uma das primeiras a apoiar a candidatura de Eduardo já no primeiro turno.

Ressalto aqui que não é este texto passa longe de qualquer manifestação anti-política. Longe de mim. só quero ressaltar o quão é contraditorio e ineficaz nosso atual sistema eleitoral.

E quanto a campanha eleitoral em Recife... quanta chatice. De oposição mesmo só o PSOL. Sem diferenças ideologicas, todo mundo defendendo Bolsa Familia e assim segue a disputa entre os caciques.

Abraços!

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Propalando

Momento de poucas postagens.

Tenho tido um ritmo de vida diferente. Estudando e lendo um bocado, alimentação mais saudável (as vezes nem tanto, afinal estou trabalhando próximo ao mercado da boa vista), corrida na praia 3x por semana, retomando a militância, enfim...

Mas continuar com o blog permanece nos planos.

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Canção despreocupada - Fausto Wolff

De Fausto Wolff, originalmente publicado no JB em 2007.
Dei "Ctrl + C / Ctrl + V" total porque gostei!

Somos quatro,
cinco (às vezes seis) amigos
- seis senhores gordos e sorridentes -
que às sextas-feiras se reúnem para
(de um modo público e secreto) demonstrar
que continuamos profundamente humanos.

Damos uma chance à humanidade às sextas-feiras
assim como os antigos burgueses
davam uma chance a Deus aos domingos.

Vitelones, emigrantes, tropicais
fomos todos crianças pobres e
recebemos muitas porradas na alma
ou na psique borboleta; nas esquinas
sombrias do inconsciente e na vergonha.

Está na cara.
Mas é claro que essas bofetadas não
foram recebidas em vão;
Secretamente, sabíamos que sofríamos
por um ideal mais alto
chamado liberdade.

Não só para nós (é óbvio), mas
para todos aqueles que, como nós,
tiveram de brigar
pelos frutos da árvore da vida.

Hoje somos quatro, cinco ou seis
senhores gordos e bem vestidos.

Conquistamos a liberdade e - naturalmente -
nos tornamos prisioneiros dela.

Essa liberdade (irmã da paz, moça sem língua)
nos oprime e nos sufoca,
pois, com medo de perdê-la,
deixamos de ser livres.

Evidentemente, essas certezas secretas
nós não revelamos aos outros quatro ou cinco,
pois nós somos intelectuais.

Votamos na esquerda, embora nos asssegurem
que ela não existe mais;
tratamos bem os nossos subalternos e
- aparentemente - somos até
pessoas queridas na comunidade.

Somos capazes de chorar
vendo um filme no qual um anarquista esfomeado
apanha da polícia por querer defender
os explorados que acabarão votando na direita.

Choramos ao ver num filme - prisioneiro de
um tempo de ficção - o menino filhodaputa
que quer se suicidar
porque sua mãe morreu de fome.

À noite, de porre, entre sonhos e roncos
prometemos adotar o menino,
que vende chicletes na esquina.

Mas, pela manhã, pessoas ocupadas que somos,
esquecemos tudo ou
fingimos que esquecemos.

Temos que preservar a nossa liberdade
e o tempo real é muito mais duro que
aquele do romance.

Somos quatro, cinco, seis amigos.
Sabemos tudo sobre Brecht, Mayakovsky, Marx.
E torcemos por Fidel.

Por isso, temos dezesseis, estourando
dezessete, dezoito anos.

Mas nossos filhos sisudos
já passaram dos cinqüenta
e acham que a arte pode ser parida sem dor.

Não pensem que não fazemos planos.
Fazemos sim.
Um dia vamos alugar um ônibus e partir
sem destino.

Com nossas banhas, nossos reumatismos e
nossas caras de palhaço
que vamos puxando por uma corda.

Enlouqueceremos as mulheres!

Esta semana não será possível
alugar o ônibus e partir, pois
há muitas coisas importantes a serem feitas.

Em parte, somos responsáveis por uma realidade
de superfície que nada tem a ver com a vida,
mas que corta rente aos ossos.

Nós, porém, fingimos que não é conosco
Assim como fingimos não perceber
a presença da moça pálida
que nos faz companhia às sextas-feiras
e cujo nome não ouso revelar.

A liberdade é uma carcereira terrível!

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Daniel Dantas

Eu estava meio que me sentindo na obrigação de escrever algo sobre o cara mais poderoso do Brasil (Lula?? Eike Batista? Dunga?? Que nada, chama-se Daniel Dantas), mas achei esta imagem no sítio do kibeloco. Muito boa! hahaha

domingo, 13 de julho de 2008

Lei Seca e o Vicio de dirigir

Charge do Daniel Lafayette

Com esta danada da Lei Seca, esta charge automaticamente nos leva a pensar que devemos pensar seriamente na possibilidade de deixar o vício de dirigir...

(falando nisso, não deixe de ler Toco Tabelado, do blog Bodega)

Tenho produzido pouco para o blog, mas esta semana chega coisa por aqui.

Abraços



terça-feira, 1 de julho de 2008

Regina Duarte tinha medo...

Ah Regina Duarte... se você soubesse né? Tinha evitado todo o desgaste...

domingo, 29 de junho de 2008

Hubble Ultra Deep Field

Tá, tá, eu sei... cá estou novamente com mais uma postagem "senso comum" da blogosfera nacional. Mas sei lá. Vai que alguém não viu esse vídeo e goste um pouquinho?

Ao que parece, o vídeo abaixo foi realizado em cima de imagens captadas pelo telescópio Hubble e explicita "visualmente" o quão é gigantesco o universo.
Não nos engrandece muito, mas tinha visto há um tempo atrás e achei por bem colocar por aqui.

Fiz esta contrapropaganda, mas creio que valha a pena vê-lo.



terça-feira, 24 de junho de 2008

Biliu de Campina, um patrimônio vivo!

..."me sinto muito bem quando sou incluído na relação dos chamados artistas da terra, já que desconheço artistas de outros planetas, assim como: Plutão da Sanfona, Netuno do Rojão, Júpiter do Zabumba, ou os ETs do Forró". Biliu de Campina


Um das coisas boas desse São João foi a minha reaproximação com a música de Biliu de Campina.
Da última vez que escutei Biliu, já havia o interesse pela música nordestina, então rolou a identificação de cara. Gostei do som. Mas ainda não tinha me dado conta totalmente da importância daquele senhor para a nossa música.

Biliu de Campina é Severino Xavier de Sousa. Advogado de formação, música por vocação.
Filho de Campina Grande é ferrenho defensor de sua terra e de nossas tradições.
Permitam-me uma comparação, apenas para efeito figurativo: poderíamos dizer que ele é o Ariano Suassuna do forró nordestino. É um austero crítico das variações da música nordestina, como os chamados forró estilizado, forró universitário, etc.

Para ser mais preciso musicalmente, Biliu faz um forró mais puxado pro coco sincopado, ou simplesmente, o coco. Ritmo imortalizado por outros mestres como Jackson do Pandeiro e Jacinto Silva. Ele faz muita referência, em sua obra, a Rosil Cavalcante, compositor que ainda não conheço, o que deverá ser resolvido muito em breve.

Show do Biliu

Tenho uma vaga lembrança de já ter escutado a música Nordeste Independente na voz dele.
Já procurei bastante, mas até hoje não encontrei nada.
Aliás, um dos motivos que faz a sua música ser tão dificil de encontrar, talvez seja sua "independência" convicta. Biliu é um exemplo do artista que não se vendeu para as gravadoras e assim manteve a coerência musical em seus álbuns.

Caso não conheça, sugiro que faça o download do seguinte álbum:
Forró Pé e Cabeça de Serra: ao vivo de "Miguelito"
Forró e Coco de primeira qualidade!

Abaixo, um clipe do mestre:
COCO NO PÉ


Este texto foi só uma pequena amostra do grande artista que é Biliu de Campina. Viva Biliu!

..."a música nordestina está ficando poluída pela variedade de ritmos que estão misturando a ela, num trabalho de descaracterização da música genuinamente nossa que é o côco, o xaxado, o baião, o xote, entre outros, sendo o côco o pai de todos os ritmos.
Essa variedade de ritmos que existe na atualidade, na sua opinião, é uma forma que as produtoras encontraram para fabricar cantores e danças, a exemplo do que acontece com a lambada e o fricote, etc, Esse processo de criação de ritmos é efêmero e só visa o lado econômico da questão, sem se preocupar com a valorização da música nordestina".
(em entrevista ao jornalista Orlando Ângelo em A União de 27/28 de maio de 1989)

Fontes:
http://biliudecampina.blogspot.com - onde encontrei o cd para baixar.
http://www.liaa.ufcg.edu.br/musica/biliu/ - um pouco da história e da discografia de Biliu. E de onde peguei as citações.

sábado, 21 de junho de 2008

Spok Frevo Orquestra na França

Em pleno clima de São João já há alguns dias instalado em Pernambuco, eis que venho aqui postar sobre... frevo! Poisé. Mais especificamente sobre a apresentação que a Spok Frevo Orquestra faz hoje no palácio do Sarkozy, presidente francês (prometo que não vou falar de política...hehe).

Pois bem. Hoje, 21 de junho, é o dia em que os franceses comemoram o Dia da Música e ocorre o Fête de la musique. E também é a data que marca o início do verão por aquelas bandas. É o solstício de verão. Em outras palavras, hoje só anoitece por volta das 22h.

E um dos pontos altos da comemoração é a festa que ocorre no Palácio do Eliseu, residência oficial do presidente francês. A principal atração, e que encerra o show, é a Orquestra de Frevo do Spok, com apresentação marcada para as 18h. Após a exibição, os músicos serão recebidos para um jantar com o presidente e sua mulher, Carla Bruni.

Neste momento, eu peço uma pausa para um comentário machista. É que não há como não falar sobre o espetáculo de beleza que é esta primeira-dama francesa. Pouco conheço dela. Sei apenas que nasceu na Itália, foi modelo e depois cantora, com dois álbuns gravados. Mas é de uma beleza ímpar :)

Um violão (à esquerda) e Carla Bruni (à direita)

Mas deixa eu voltar ao tema da postagem...
Este show é um dos quase vinte que estão programados na Europa.
Semana passada rolou um festival de música nordestina brasileira, também na França, e eles, junto a Silvério Pessoa, Dj Dolores e a Orquestra do Fubá (não conheço), foram as atrações.

parte do cartaz do festival de música nordestina na França.

Um dos shows que ainda restam é no badalado Montreux Jazz Festival. Apresentam-se nos dias 13 e 14 de julho. Para mais informações, entre no sítio oficial do festival, clicando aqui.

E para ir finalizando, visto que a postagem já está por demais longa, um vídeo com um pequeno trecho da participação da Oquestra de Spok no festival de música nordestina que comentei acima. Nesta música, participação especial de Silvério Pessoa, figura ja conhecida e bem avaliada pela crítica francesa há um bom tempo.


Pelo que entendi, os responsáveis pelo vídeo são de uma produtora chamada OutroBrasil, que faz um trabalho exclusivo com a música brasileira na França.

Segundo suas próprias palavras, "
La musique et les images de tournées et concerts des artistes (et acteurs) de l'agence et label Outro Brasil. Nous sommes spécialisés dans la musique brésilienne contemporaine de qualité. "

Chama a atenção a quantidade de artistas pernambucanos com a produtora. Entre eles Siba, Coco Raízes de Arcoverde, Eddie, etc.
Para curtir todos os vídeos de tal produtora, acesse aqui http://www.dailymotion.com/outrobrasil.

Em tempo: Para baixar músicas da Orquestra de Spok, entrar no link ao lado do, sempre recomendado, SomBarato.

Isso me lembra que estou devendo uma postagem sobre um probleminha envolvendo o SomBarato e uma gravadora. Devo também uma postagem sobre a cultura junina no nordeste brasileiro. Agora eu solto o famoso: "devo não nego, pago quando puder."

Um abraço!

domingo, 15 de junho de 2008

Viva o Jamelao! Viva o samba!

E ontem morreu Jamelão. Um dos maiores cantores do samba carioca. Foi intérprete dos sambas-enredo da Mangueira de 1949 a 2006.

Sem muito mais palavras, deixo um vídeo como uma simples homenagem.
Música "Piano na Mangueira" com interpretação do Jamelão e do Chico Buarque.
(aliás, o 5º Cerveja e Chico não deve demorar...)



Aproveitando a postagem... pretendo voltar a escrever sobre música no Propalando. Inclusive sobre o samba, que foi como surgiu a idéia do blog. Paralelamente, escreverei menos sobre política, em vistas a um novo projeto que estamos construindo coletivamente.

Um abraço!


sexta-feira, 13 de junho de 2008

Sport: Campeão do Brasil em Recife!

Nelsinho Batista comemora o título com os jogadores

Uma frase resume tudo: Contra TUDO e contra TODOS, o Sport é Campeão do Brasil!

Depois de um campeonato de muita força, raça e determinação, desbancando a imprensa do sul/sudeste, STJD, CBF, juízes, além de times fortes, é verdade, conquistamos a Copa do Brasil 2008 e, de quebra, garantimos participação na Copa Libertadores da América no ano que vem.

Dentro de campo derrotamos um time da 3ª divisão (Imperatiz-MA), dois times da 2ª divisão (Brasiliense e Corinthians) e três equipes da 1ª divisão (Palmeiras, Internacional e Vasco).

Sobre esta grande conquista, são muitos os textos espalhados pela internet que exaltam o rubro-negro pernambucano. Da mídia convencional recomendo o Jornalista da SporTV Lédio Carmona. Outro sítio é o Forum do sítio meusport.com

Quero, neste espaço, apenas discorrer sobre um ponto: a grande mídia brasileira (principalmente a do Sudeste, nesta questão)

É interessante ver o rebuliço criado pelo Corinthians e pela imprensa pelo fato da diretoria do Sport ter disponibilizado "apenas" cerca de 1 mil ingressos para a torcida visitante. Segundo eles, em discordância com a Lei Pelé que exige um mínimo de 10% para a torcida visitante (então, no caso da Ilha deveriam ser 3.500).
O detalhe é que na 1ª partida em São Paulo, dos quase 70 mil ingressos colocados à venda, cerca de 1 mil e 50 ingressos apenas foram disponbilizados para o Sport (1,5% do total), ficando vários torcedores rubro-negros do lado de fora do morumbi, sem acesso ao jogo.
Mas a mídia fez vista grossa. Ignorou.

Outro elemento. Muitos foram os comentaristas bradando um suposto penalti não marcado em Acosta no final da partida de ontem.
Mas nem um pio sobre um penalti sofrido pelo Sport, mas não marcado, na mesma partida.
Ou mesmo o lance do segundo gol do "timinho" em São Paulo, originado de um lance irregular em cima de uma falta em Luciano Henrique que o juiz deixou passar.
É preciso fazer justiça: alguns jornalistas fizeram observações nesta linha como o supra-citado Lédio Carmona. E o surpreendente Juca Kfouri. Apesar de odiado pela torcida do Sport, vejo o Juca muito coerente nos últimos tempos.

Show da torcida na Bombonera do Nordeste

E, pra finalizar a discussão, a Rede Globo parece que não aprendeu com 89 e continuar a dar show de manipulação. Mesmo com uma Ilha do Retiro (A Bombonera do Retiro ou Bombonilha, se preferir) abarrotada de fanáticos rubro-negros, posicionaram os microfones de tal forma no estádio que a impressão, para os que assistiam pela TV, é que a torcida do Corinthians estava a sufocar a massa do Sport. Algo tão descarado que tem provocado comentários por sítios e blogs em todo o Brasil.
Leia mais sobre isto aqui

E olhe que nem falo na narração de velório do Cléber Machado...

Outro ponto que não quero nem falar é na equipe da Band. Qualidade baixissima. Não merecem nem comentário.

Não gosto muito de falar de futebol aqui no Propalando, mas precisava falar destas questões e exaltar o meu Sport, Campeão do Brasil!

Torcida do Sport explodindo a Ilha do Retiro

E a Copa do Brasil 2008 entra pra história. Assim como entra pra história a torcida rubro-negra pernambucana, cada vez maior e mais forte, através da imagem do que foi a Copa do Brasil este ano: A Ilha do Retiro lotada! E seus vários novos apelidos: La Bombonera do Retiro, La Bombonera do Nordeste, La Bombonilha e por ai vai.

Rumo ao título da Libertadores!

quinta-feira, 5 de junho de 2008

A tecnologia em prol da saúde

Não é nenhuma novidade no meio blogosférico, mas merece destaque pela...hum...digamos... particularidade da situação.

Vamos ao caso:
Estava lá a Secretaria Muncipal de Saúde de BH toda feliz com seu jornalzinho e tal. Quando alguém pensa:
- Já sei! Vamos fazer uma matéria sobre Tecnologia e Saúde.

Matéria toda escrita, vamo à escolha da foto.
- Patrão. Só falta a foto...

- Ah! Bota qualquer uma.

- Então, tá...

Eis que no outro dia...
E aí?? Sabe quem é a figura radiografada??

Talvez a imagem abaixo ajude na identificação:
Poisé... o cara ali está a estudar o Homer Simpson! Que cagada, hein.

Visto e copiado do blog CaixaPretta.

quarta-feira, 4 de junho de 2008

PM Pernambucana, Violência, Futebol e a Imprensa

Este fim de semana o Brasil pôde acompanhar as lamentáveis cenas ocorridas durante o jogo Náutico 3 x 0 Botafogo pelo Campeonato Brasileiro. Quem foram os protagonistas?

André Luís e Bebeto de Freitas (zagueiro e presidente do Botafogo, respectivamente) e a PM Pernambucana.

De um lado um time completamente fora de si (agora entendo a fama de chorões e a onda do chororô). Equipe desequilibrada emocionalmente, o que explica a também fama de amarelões quando em partidas decisivas.

Um homenagem do Sport ao time do Botafogo e à imprensa do Sudeste

E estrelando, o zagueiro André Luís. O grande causador de toda a balbúrdia ocorrida no Estádio dos Aflitos. Se álguem merece uma punição exemplar, este merecedor é o pretenso zagueiro. O grande agressor de fato. Seja ela a agressão física contra um torcedor do Náutico ao chutar uma garrafa que atinge um senhor na arquibancada, seja a agressão com palavras e gestos obscenos para esta mesma torcida.
Completando o time, o Bebeto de Freitas, que, aparentemente, achou o assunto que faltava para encobrir sua sucessão de fracassos na direção do time carioca.

Por outro lado, não quero aqui ficar defendendo a PM pernambucana e o CHOQUE. Aliás, neste mesmo blog é possível encontrar as mais diversas críticas a nossa força policial, sempre a postos quando o assunto é criminalizar os nossos movimentos sociais.
Inclusive, há ocorridos de violência em jogos do campeonato pernambucano protagonizados pelo CHOQUE.
MAS...PORÉM...ENTRETANTO...TODAVIA...apesar do despreparo conhecido, acredito que o CHOQUE não errou em sua abordagem ao jogador botafoguense. Depois das agressões, o que ele merecia era prisão.

No meio disso tudo, o Náutico. Todo mundo sabe que sou Sport. Mas não há como não ficar indignado com o que estão a tramar com o clube alvirrubro. É só haver oportunidade, para tentarem garfar o Sport também.

E por fim, como não poderia deixar de ser, a mídia convencional brasileira dando um show de baboseiras.
Figurões posando de arautos da paz e da não-violência quando o acontecido é em Pernambuco.
Mas há pouco o Sport jogou em São Januário, teve ônibus apedrejado, vestiários trancados impossibilitando ao time se aquecer em campo, torcida rubro-negra sofrendo as maiores humilhações, mas não vimos ninguém dessa mídia levantar um dedo para apontar tais acontecidos.

Quem tem medo sou eu, cara-pálida!

Não sei quem é o mais "galhofeiro" da história: O Presidente da FERJ, Rubens Lopes, que pediu fim dos jogos em Pernambuco ou o técnico Wanderley Luxemburgo, que afirmou ter medo de vir jogar em Pernambuco.
Medo tenho eu de passar perto desses senhores...


Espero que tudo não passe realmente do típico chororô e acordem do papel ridículo que teimam em fazer.

Em tempo: Recomendo o texto Preconceito no País dos Caolhos do blog Ababelado.com

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Senso Comum. O resto é doido...

O que é o normal? Quem não é normal? Ilustrações sobre o senso comum.

A proposito: eu gosto dos beatles

domingo, 25 de maio de 2008

Carlos Latuff e a grande mídia brasileira

A minha rotina tem me impossibilitado de manter atualizações mais constantes e mais elaboradas. De fato, estou num ritmo bem puxado. Mas, na medida do possível, e na medida que meu cérebro funciona, continuo a propalar por aqui.

Abaixo um charge que Rodolfo me mandou do Carlos Latuff. Excelente cartunista, reconhecido internacionalmente pela defesa da causa Palestina. Viva o Latuff.


A relação da grande mídia com o caso da menina Isabella. Impecável retrato da realidade!