quarta-feira, 13 de junho de 2007

Paz Armada?

Esta notícia me chamou a atenção. Nela não há absolutamente novidade alguma, mas serve sempre pra nos chamar a atenção para dois fatos:
1. o rumo que estamos tomando
2. e para a hipocrisia com a qual a grande imprensa trata esta questão, quando se escandaliza, por exemplo, quando o Presidente Chavez anuncia a compra de alguns aviões.

Mas, voltando à notícia, ela segue a tendência dos últimos anos: os Estados Unidos representando quase 50% de todo o gasto militar do mundo.

Três detalhes são muito interessantes neste relatório:
1. A China, como está no corpo da notícia, atingindo o 4º lugar, ultrapassando o Japão.

2. Dos 10 países que mais importam armas hoje no mundo, 5 são do Oriente Médio, (exatamente isso! CINCO!) as principais transações são feitas dos EUA e União Européia para Israel, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos. Enquanto isso, as compras de armas (em quantidade bem menor) do Irã, em sua grande parte originadas da Rússia, são tidas como absurdo. Absurdo é esta manipulação da grande mídia. Isso sim deveria ser inaceitavel.

3. e por fim, o fato de que os cinco países que compõem o Conselho Permanente de Segurança da ONU (China, EUA, França, Reino Unido e Rússia) mantêm juntos cerca de 26 mil ogivas nucleares! E tome hipocrisia da imprensa!

Tudo isso alimentado por inúmeros pequenos conflitos localizados que acontecem neste exato momento no mundo todo. A "que senhor" tudo isso está servindo?

Eis a notícia em seguida. O endereço para quem quiser conhecer mais sobre o Instituto abaixo citado é http://www.sipri.org/

Gastos militares no mundo alcançam US$ 1,2 trilhão
Publicado em 11.06.2007, às 10h24

Os gastos de armas realizados por governos de todo o mundo alcançaram US$ 1,2 trilhão em 2006, uma elevação de 3,5% nos gastos militares do planeta em comparação com o ano anterior, revelou o Instituto de Pesquisa de Paz Internacional de Estocolmo (conhecido pelas iniciais Sipri) em um relatório anual divulgado nesta segunda (10).

De acordo com o documento, a China superou o Japão na condição país asiático que mais gastou em armas ao longo do ano passado, ao mesmo tempo em que os Estados Unidos mantiveram-se isolados na dianteira do ranking de gastos militares.

Confira abaixo o ranking dos países que mais gastam:

1) Estados Unidos, US$ 528,7 bilhões;

2) Grã-Bretanha, US$59,2 bilhões;

3) França, US$53,1 bilhões;

4) China, US$49,5 bilhões;

5) Japão, US$43,7 bilhões;

6) Alemanha, US$37 bilhões;

7) Rússia, US$34,7 bilhões;

8) Itália, US$29,9 bilhões;

9) Arábia Saudita, US$29 bilhões;

10) Índia, US$23,9 bilhões.

Fonte: Agência Estado

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails