quarta-feira, 25 de abril de 2007

Futebol!


Poisé! Com o tempo você percebe que tem defeitos. As vezes mais até do que gostaria. Após entrar na universidade, eu percebo que uma das minhas maiores paixões, também era um dos meus defeitos. Adoro futebol. E mais do que do futebol, gosto mais ainda de um clube de futebol. O Sport Club do Recife. (neste ponto, dou uma "pausa" para deixar claro: o defeito está em gostar de futebol. Ser torcedor do Sport é uma grande qualidade, joia? ;) )

Numa das fotos mais antigas que tenho, estou deitado na cama, com uma camisa do Sport que tinha pelo menos uns 10 cm a mais que eu. Além disso, quase toda minha família é rubro-negra. Então, como acredito muito que o ser humano é determinado pelo ambiente em que está colocado... bom, mas continuando...

Lembro claramente que meu pai ia para jogos do Sport com os amigos quando eu era muito pequeno e de vez em quando ele me levava. Mas na realidade começo a acompanhar futebol mesmo a partir de 1994. Para ser mais preciso, ligo espontaneamente o rádio na final do campeonato pernambucano daquele ano e vibro muito ao escutar um locutor esportivo enlouquecidamente gritar que o Leão era o campeão pernambucano daquele ano! Desde então, o futebol começa a fazer parte importante de mim.

Como catalisador desse processo, o Sport faz uma excelente campanha no campeonato brasileiro daquele ano. O que marcou bastante foram as duas goleadas seguidas: 5 x 2 no Botafogo, lá no Rio; e o 5 x 2 contra o São Paulo campeão do mundo aqui em Recife, em dia de grande inspiração de Juninho Pernambucano.

Até hoje lembro da escalação do Sport naquele ano: Jeferson; Givaldo, Adriano, Sandro e Dedé; Borçato (depois entro Dário), Chiquinho e Juninho; Leonardo, Marcelo e Zinho. O técnico era Givanildo Oliveira. Talvez um dos últimos times a jogar no 4-3-3 clássico, com dois pontas-de-lança. O Leonardo pela direita e o Zinho pela esquerda.

Bom, contei brevemente toda essa história para justificar as minhas postagens sobre futebol que acontecerão com mais frequência (inclusive, em breve escrevo também sobre as constantes decepções com o esporte bretão).
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails