domingo, 25 de março de 2007

E pra não dizer que não falei das flores...

E ai pessoal,

Não tinha tocado nesse assunto antes pra não correr o risco de cair em clichês e tal, como fazem boa parte das pessoas, mas... pensando bem, termino começando com clichê até no título.

Bom, deixa pra lá. Vamos ao que interessa.

Completamos recentemente 10 anos da morte de Chico Science (Chico morreu num acidente de carro em 2 de fevereiro de 1997). Mais recentemente ainda, em 13 de março, tivemos a data do aniversário de Chico. Caso fosse vivo, completaria agora 41 anos. Mas não quero fazer resgate histórico nenhum nesse momento. Na realidade, esta postagem é porque percebi que pouquíssimas pessoas já leram o manifesto de lançamento, digamos assim, do Manguebit (ou, como terminou chamado depois, do Mangue Beat) escrito por Chico Science e Fred 04.

Tal manifesto recebeu o nome de "Caranguejos com cérebro" e foi concebido em 1992.
Leia-o abaixo. Grande Abraço!

CARANGUEJOS COM CÉREBRO

MANGUE - O Conceito
Estuário. Parte terminal de um rio ou lagoa. Porção de rio com água salobra. Em suas margens se encontram os manguezais, comunidades de plantas tropicais ou subtropicais inundadas pelos movimentos das marés. Pela troca de matéria orgânica entre a água doce e a água salgada, os mangues estão entre os ecossistemas mais produtivos do mundo.
Estima-se que duas mil espécies de microorganismos e animais vertebrados e invertebrados estejam associados à vegetação do mangue. Os estuários fornecem áreas de desova e criação para dois terços da produção anual de pescados do mundo inteiro. Pelo menos oitenta espécies comercialmente importantes dependem do alagadiço costeiro.
Não é por acaso que os mangues são considerados um elo básico da cadeia alimentar marinha. Apesar das muriçocas, mosquitos e mutucas, inimigos das donas de casa, para os cientistas os mangues são tidos como os símbolos de fertilidade, diversidade e riqueza.


MANGUETOWN - A Cidade
A planície costeira onde a cidade do Recife foi fundada é cortada por seis rios. Após a expulsão dos holandeses, no século XVII, a (ex) cidade "maurícia" passou a crescer desordenadamente às custas do aterramento indiscriminado e da destruição de seus manguezais.
Em contra partida, o desvairio irresistível de uma cínica noção de "progresso", que elevou a cidade ao posto de "metrópole" do Nordeste, não tardou a revelar sua fragilidade. Bastaram pequenas mudanças nos "ventos" da história para qe os primeiros sinais de esclerose econômica se manifestassem, no início dos anos 60. Nos últimos trinta anos a síndrome da estagnação aliada à permanência do mito de "metrópole", só tem levado ao agravamento acelerado do quadro e miséria e caos urbano.
O Recife detém hoje o maior índice de desemprego do país. Mais da metade dos seus habitantes moram em favelas e alagados. Segundo um instituto de estudos populacionais de Washington, é hoje a quarta pior cidade do mundo para se viver.

MANGUE - A Cena
Emergência! Um choque rápido ou o Recife morre de infarto! Não é preciso ser médico pra saber que a maneira mais simples de parar o coração de um sujeito é obstruir as suas veias. O modo mais rápido, também, de infartar e esvaziar a alma de uma cidade como o Recife é matar os seus rios e aterrar os seus estuários. O que fazer para não afundar na depressão crônica que paraliza os cidadãos? Como devolver o ânimo, deslobotomizar e recarregar as baterias da cidade? Simples! Basta injetar um pouco de energia na lama e estimular o que ainda resta de fertilidade nas vais do Recife. em meados de 91 começou a ser gerado e articulado em vários pontos da cidade um núcleo de pesquisa e produção de idéias pop. O objetivo é um "circuito energético", capaz de conctar as boas vibrações dos mangues com a rede mundial de circulação de conceitos pop. Imagem símbolo: uma antena parabólica enfiada na lama.
Os mangueboys e manguegirls são indivíduos interessados em quadrinhos, tv interativa, anti-psiquiatria, Bezerra da Silva, Hip Hop, midiotia, artismo, música de rua, John Coltrane, acaso, sexo não virtual, conflitos étnicos e todos os avanços da química aplicada no terreno da alteração e expansão da consciência.

sexta-feira, 23 de março de 2007

Recado

Pessoal,
Estou sem computador até o inicio da próxima semana. Ta consertando.
Então é possível que eu só faça postagem quando chegar o computador.
Aproveito a postagem para indicar um sítio para quem gosta de cinema de qualidade e baixa filmes pela internet. O sítio é o Making Off. Para ter acesso ao conteudo é preciso fazer um cadastro, mas vale muito a pena.
Um abraço!

quarta-feira, 21 de março de 2007

Fale por você! Heróis nacionais uma ova

O Presidente Lula disse ontem, dia 20, em um discurso na inauguração do Complexo industrial da Perdigão, que "os usineiros de cana, que dez anos atrás eram tidos como bandidos do agronegócio, estão virando heróis nacionais e mundiais, porque todo mundo está de olho no álcool".

Agora eu pergunto: de onde este cidadão tirou que agora os usineiros são hérois nacionais?
Tais usineiros, presidente, ainda são aqueles mesmos que você tanto criticava. Ou melhor: alguns já são filhos daqueles. Os usineiros, presidente, ainda são os mesmos exploradores e escravocatas de sempre.

O latifundio e a monocultura são ruins, presidente. Na realidade só servem para trazer lucros para alguns poucos, como sempre. Na prática, continuamos produzindo o que as grandes metrópoles exigem.

Os verdadeiros heróis nacionais, presidente, são os milhões de miseráveis em nossa nação. São os milhões de sem-terra e sem-teto que lutam dia-a-dia pela sua sobrevivência. São os verdadeiros movimentos sociais que estão na briga por uma outra sociedade. Estes são os verdadeiros heróis nacionais!

Sobre o assunto, recomendo as seguintes leituras:
* Agronegocio: a nova maquiagem para o velho latifundio - de Edivar Lavratti, militante do MST de São Paulo para o Correio da Cidadania

* Etanol: combustivel da exploração do trabalho no campo - de Eduardo Sales de Lima, da redação do Brasil de Fato



domingo, 18 de março de 2007

Cartuns estrangeiros

E ai pessoal,

Descobri um cara que faz tirinhas muito boas. Chama-se Nicholas Gurewitch e constroi o sítio http://pbfcomics.com
Sua forma de fazer humor me lembram as piadas de Leonel!

Para observar os detalhes das tirinhas, clique na imagem.

Um abraço!


quinta-feira, 15 de março de 2007

"Música de Qualidade" ou "O Que Vem Por Aí!"

E ai pessoal,

Segue abaixo alguns links bem legais para quem gosta de baixar música de qualidade pela internet. O que penso sobre mp3 e "pirataria"?? Bom... em breve rolará uma postagem sobre isso! Eis os sítios:
- Som barato
- Um que tenha
- Gaiteros
- Feijao Tropeiro
- Capsula da Cultura
- Brnuggets
- Funk Music
- Samba de Raiz
- Olha o Groove Dona Marta

Bom proveito!!

Aproveito a postagem pra informar também que estou estruturando uma postagem sobre o movimento "Udigrudi" que rolou em Recife em meados da década de 70! O problema é só tempo, mas em breve chega!

segunda-feira, 12 de março de 2007

A Violência

Uma das últimas tirinhas que coloquei aqui tinha sido do André Dahmer do "Malvados." Mas torno a postar um trabalho seu porque "pra variar" ficou muito bom.



Aproveito então pra divulgar um projeto do qual o Dahmer faz parte que é o Rio Body Count
ao estilo do Iraq Body Count. Neste sítio há uma contagem sobre o número de mortos no Iraque para que o mundo possa acompanhar de fato o que lá acontece e não simplesmente ficar a mercê das obviamente falsas informações liberadas pelo governo dos Estados Unidos e dos demais países que promovem a matança pelo Petróleo naquele país.

No Rio Body Count é feita uma contagem desde o dia 1º de fevereiro deste ano acerca de mortos e feridos no Rio de Janeiro. Tudo colhido em dados oficiais do que é publicado todos os dias nos jornais. Se aqui o problema com informações verídicas sobre a violência não é um grande problema, temos neste sítio um espaço que sempre estará lá escancarando para quem quiser ver o quanto é grave o problema da exclusão social neste país.

Claramente é algo que faz bem mais sentido no Iraque onde números oficiais são um mito. Mas fica o alerta.

Só teremos perspectiva de solução neste quadro quando observarmos por parte dos poderes uma mudança drástica de prioridades. Só se combate violência com o combate à exclusão social.

sexta-feira, 9 de março de 2007

Volta com o samba da mais valia

E ai pessoal!!

Estou voltando! Como havia anunciado, iria passar alguns dias sem postar nada. Passado o Congresso dos Estudantes da UFPE, apesar de estar entrando no final do período, a tendência agora é que as postagens voltem a ser regulares.

E nada melhor do que voltar com... samba!
O detalhe é que esse samba é uma aula sobre a teoria da mais valia! :D
Bom proveito!